A Análise Técnica antecipou a decepcionante apresentação de resultados dos CTT

Tiago Esteves

Quando analisei os CTT no início da semana durante o webinário de análise técnica, salientei a fraqueza que o título vinha a demonstrar a nível gráfico. A falha em acompanhar os restantes títulos do índice, em dar uso ao H&S que se formou e que pouco foi além da sua projecção (em conjunto com o stop entretanto activado), e a mais recente sequência de máximos relativos consecutivamente inferiores ao anterior, eram sinais evidentes de fraqueza. Deixei ainda, e reitero, o alerta da perigosidade de nos fiarmos em suportes quando estamos em bear mode num determinado título. O sell-off que aconteceu após a demonstração de resultados veio apenas confirmar todos os sinais de fraqueza que o gráfico vinha a demonstrar. O volume no gap foi destrutivo, e fica agora pouco claro onde poderá deter-se este mau momento. Estando o título actualmente em mínimos, pouco mais há a fazer do que deixá-lo continuar a cair. Se a empresa não deixa na minha opinião de ser interessante, é óbvio que está a passar um péssimo momento e que necessita de um gigantesco trabalho de reorganização interna para voltar a ver o sol brilhar.  Durante os próximos dias, os nossos especialistas em análise fundamental deixarão um alerta relativamente a títulos que distribuem dividendos acima das suas possibilidades, e salientarão as principais notas a reter no que diz respeito a esta crítica apresentação de resultados. Em termos de análise técnica, resta apenas indicar que temos neste momento uma super resistência nos 5€, ponto que deu origem a este massivo gap de 20% acompanhado de um volume fortíssimo. Enquanto esta resistência durar, e até que novas evidências surjam, a mensagem é clara: a prudência manda que nos afastemos dos CTT.

_______________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre negociação? Conheça o nosso curso de introdução aos mercados financeiros

Deixe uma resposta