A divergência nos índices Europeus é tão óbvia que se torna preocupante

Tiago Esteves
Apesar de eu não ser muito de indicadores, não deixo de atentar às divergências. E, apesar de geralmente não as negociar, não posso deixar de me espantar com a enorme divergência nos osciladores que está actualmente a verificar-se no gráfico horário dos índices europeus. Nos casos Alemão e Francês, a divergência é tão notória que não se consegue ficar indiferente. É, assim, possível que este movimento acabe por originar uma correcção, nem que seja de curto prazo.

Vou testar uma entrada curta com base nestas divergências, caso a linha de suporte verde assinalada no CAC seja quebrada em baixa. Se quebrar, passarei então a estar curto, na expectativa de uma correcção um pouco mais extensa. Poderá não ser a correcção de várias semanas de que todos estamos à espera, mas acredito que (a dar-se a activação) poderemos ter um movimento correctivo até à zona dos 4240 pontos. Aos longos, e apesar de a zona dos 4195 pontos continuar a ser a referência, é fundamental que se preste atenção ao que daqui poderá advir.

Disclaimer
Todos
os comentários e posts publicados neste blogue são meras opiniões pessoais, não
devendo ser confundidas com recomendações de compra ou venda. As compras e
vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas daí
resultantes. Se necessitar de aconselhamento financeiro contacte uma entidade
ou profissional certificados pela CMVM

One Comments

  • Yautja 26 / 11 / 2014 Reply

    Boa noite,

    A mim o cac parece-me mais um canal de consolidação já com quatro toques. O Quinto paece-me que será para cima.

Deixe uma resposta