A minha estratégia de curto prazo para o DAX

Tiago Esteves
Depois de na análise aos índices deste fim de semana ter declarado a minha convicção de que dificilmente teremos nova ida a máximos no DAX (e que, por esse motivo, o bull market europeu pode mesmo ter já falecido), venho agora tentar aproveitar a boleia de um eventual movimento que poderá ser a bull trap pela qual também estou à espera. Disse na análise que o nível extremo de sobrevenda do DAX poderia gerar um rápido ressalto, mas que ainda não existiam evidências de tal ressalto no gráfico horário. 
Ora, nem de propósito! O DAX tem passado o dia todo de hoje a cozinhar um H&S de inversão no gráfico horário e, caso este venha a ser activado, poderemos mesmo vir a assistir ao ressalto já a partir de amanhã (ou mesmo ainda hoje). Qual é a minha ideia, então? Abrir uma posição na eventual activação do padrão, fechar metade dessa posição na projecção, e deixar correr a restante até que surjam sinais de exaustão. Antes de aprofundar o pensamento, duas notas prévias:
– Partindo do pressuposto que o DAX poderá já ter invertido para descendente, o facto de este ser um negócio contra a tendência principal aumenta consideravelmente o risco de insucesso;
– É importante salientar que o padrão só pode ser considerado depois de ser activado. Não existindo ainda activação, todo o plano poderá não passar disso mesmo. Uma compra antecipada, na esperança da quebra em alta do padrão, seria absolutamente errada! Há milhares de “projectos de padrão” que todos os dias ficam sem activação.
Com isto em mente, vamos então aos detalhes. O possível H&S tem uma amplitude de 211 pontos, o que está longe de ser desprezível. Como não faço um acompanhamento intraday do mercado, deixarei uma ordem trigger acima da neckline, para ser accionada somente se a resistência for quebrada em alta. Caso isso aconteça, o negócio começa! O 1º objectivo serão os 9090 pontos, projecção do padrão. Se o negócio acontecer, venderei nesta zona metade da posição, ficando desde logo no break even. Os restantes 50% irão evoluindo em conjunto com a evolução do mercado, sendo, quando muito, stopados no ponto original de stop. Se a posição se vier a prolongar no tempo, como penso que poderá vir a acontecer, o objectivo é ir evoluindo o stop de acordo com os higher-lows que entretanto terão de se formar.

Como nunca é demais recordar, o facto de este ser um negócio counter-trend torna ainda mais importante a utilização de stops. Se as coisas correrem mal e o suporte dos 8675 pontos quebrar em baixa poderemos ter um rápido movimento descendente! Recordo ainda, em jeito de reforço ao disclaimer, que este é um plano pessoal e adaptado à minha forma de negociar.


Disclaimer
Todos
os comentários e posts publicados neste blogue são meras opiniões pessoais, não
devendo ser confundidas com recomendações de compra ou venda. As compras e
vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas daí
resultantes. Se necessitar de aconselhamento financeiro contacte uma entidade
ou profissional certificados pela CMVM

Comment List

  • Rafa 13 / 10 / 2014 Reply

    Grade Tiago! É por este discernimento, clareza de ideias e de discurso que eu acompanho este Blog.

    Acompanho há praticamente um ano e nunca tinha feito um comentário embora já tenhamos trocados opiniões em alguns tópicos do Caldeirão.

    Parabéns por mais este tópico. Bela lição de análise técnica, excelente fundamentação de estratégia e enquanto bloguer com grande civismo e educação ao explicar claramente que é uma estratégia contra a tendência.

    Vamos acompanhando e bons tardes!

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 13 / 10 / 2014 Reply

    Muito obrigado, caro Rafa. É muito importante vermos o nosso trabalho reconhecido.
    Abraço

  • Ricardo Costa 13 / 10 / 2014 Reply

    Boa noite,

    Comungo por inteiro das palavras do Rafa. Este blogue é, para mim, um separador obrigatório quando abro o pc ao fim do dia.

    Uma pequena dúvida. Já vi que que o BCP vai ganhar a votação… Tiago, tens que me ajudar a perceber o BPI! Sigo-o há semanas, mas tou com dificuldade em perceber que raio se passa… 😀

    Abraço e Parabéns pelo teu trabalho!

  • Ricardo Costa 13 / 10 / 2014 Reply

    Tiago,

    Parabéns pelo trabalho. Visito o blogue diariamente e sou um fã do teu trabalho. Vejo que o teu padrão favorito é o H&S… Mas, que outros indicadores segues na tua analise??

    Abraço,

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 13 / 10 / 2014 Reply

    Obrigado Ricardo,
    Em relação ao BPI, o facto de ter feito um higher-high foi um excelente sinal de força, depois de tudo indicar que a tendência ascendente estaria morta. Ainda assim, não é suficiente. Só com a realização de um higher-low e a quebra em alta deste máximo relativo recente poderíamos considerar que a tendência de alta se mantinha. Poderá estar a gozar de algum momentum devido à situação do Novo Banco, mas resta saber como reagirá quando essa boa fase terminar.

    Em relação ao H&S, é verdade, mas não só. Gosto muito de padrões de inversão, onde se incluem também o duplo e triplo fundo e os fundos arredondados. Não me guio muito por indicadores técnicos puristas, quando muito dou uma vista de olhos num oscilador (Geralmente estocástico). Abraço

  • Anónimo 14 / 10 / 2014 Reply

    Um olhar no big picture e poderar perceber que o fim do Bear pode ser precipitado 😉
    Na maior parte dos índices dax, eurostoxx, Ndx, Spx e dow .

    Abraco e excelente trabalho .

Deixe uma resposta