A SID já conheceu melhores dias

Tiago Esteves
Lembram-se da SID, que permitiu no ano passado um encaixe de mais de 60% em cerca de 3 meses? Pois é, já viu melhores dias… Depois daquele impressionante rally ascendente, e de ter stopado a minha posição longa no take profit, tem vindo a cair intensamente. Nesta fase leva já mais de 50% de queda num curto espaço de tempo, o que não deixa de ser memorável para uma empresa tão importante para a economia do seu país. O preço da matéria-prima e o abrandamento da economia Brasileira foram dois dos factores decisivos para que a empresa passasse de lucro a prejuízo, desiludindo dessa forma os investidores.

Ainda assim, encetou na passada sexta-feira um forte ressalto após contacto com o suporte, o que poderá ser um primeiro sintoma de recuperação técnica. Apesar deste sinal, não existem ainda evidências suficientes, nem fundamentais nem técnicas, para me levarem a voltar a interessar neste título a longo prazo. Não o esqueço, vou acompanhando, e voltarei a comprar à primeira oportunidade técnica. Mas, para já, a SID terá de fazer muito mais do que ressaltar no suporte para me levar a comprar.

Disclaimer
Todos
os comentários e posts publicados neste blogue são meras opiniões pessoais, não
devendo ser confundidas com recomendações de compra ou venda. As compras e
vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas daí
resultantes. Se necessitar de aconselhamento financeiro contacte uma entidade
ou profissional certificados pela CMVM

Comment List

  • Luis Mesquita 25 / 11 / 2014 Reply

    A SID esta a ser muito prejudicada pelas sancoes a Russia. Nao sei se partilhas da minha opiniao Tiago mas entre a Russia e a economia Brasileira diria que melhor apontar para um H&S alargado, concordas?

  • Anónimo 25 / 11 / 2014 Reply

    Nao seria melhor teres visto a GGB deu lucros e esta muito melhor financeiramente.

    Eis a diferença de escolher os ativos…

  • Luis Mesquita 25 / 11 / 2014 Reply

    Tiago uma nota mais, alguns 'amigos' aconselharam-me a ver com atencao a Deutch Telekom. Talvez uma ideia para ti tambem.

Deixe uma resposta