Actualização de posições

Tiago Esteves

Bem, vou fazer algo que não tenho feito mas me parece importante. Actualizar as posições em aberto e as sugestões dadas. Como estou de férias, não tenho tido muito tempo para procurar novas posições nem para postar grande coisa. Prometo que para a semana isso melhora:)
Começando pela Mota-Engil, a subida de hoje deixou-me algo preocupado. Quebrou uma LTd de médio prazo que eu tinha traçado entretanto e teve uma vela bastante pujante, que a pode atirar amanhã para mais uma subida. Um ponto a favor continua a ser o volume baixo na subida, foi essa a principal razão de entrada. Por isso se mantém em carteira, e continuará pelo menos até quebrar em alta a zona dos 4,2 com volume.

Seguinte: Salesforce… Bom timing de entrada, péssimo momento de saída. São estas saídas que eu tenho de melhorar, é nestes casos que eu percebo que ainda tenho muito, muito que aprender. Todo o raciocínio feito anteriormente foi correcto, teve uma excelente reacção à LTa. Mas quando entrei, cheguei a estar a perder dois dólares por acção, alavancado. Como foi significativo, fiquei com receio que as perdas se acentuassem. Se tivesse saído nessa altura, até se compreendia. Mas aguentei muito bem a carga, já que a LT se mantinha por quebrar. Recuperou e acabei por vender quando estava a ganhar 3 dólares por acção.
Fui stopado na única vela negra das últimas sessões, por ter um stop demasiado apertado. Tudo bem, foram 2 dólares recuperados + 3 ganhos. Mas saí somente para materializar os ganhos, quando todos os pressupostos que me tinham levado a entrar se mantinham intactos. Perdi uma excelente oportunidade de somar mais ganhos, arrependo-me por isso. Pondero reentrar se voltar a aproximar-se da LT ou se quebrar o máximo histórico.

Geron – Stopada, quebra da LTa. Pouco a dizer, o que me levou a entrar nela não se verificou e saí à pressa com uma menos-valia significativa.

Johnson- Aqui já há um pouco mais a dizer. Havia um triplo topo importante, pelo seu significado nos últimos três anos. Quebrei uma das minhas regras mais importantes, que é o “surfar da tendência”. Negociei contra o trend, numa acção bullish desde a nascença. Continuo a achar que fiz o mais correcto pois a relação custo-benefício era muito positiva, já que a apanhei mesmo lá em cima. A força da tendência acabou por vencer, o triângulo acabou por ser quebrado em alta antes de tempo. Uma excelente entrada para o lado longo, depois de quebrar o máximo. Aguardo possível vinda ao agora suporte, talvez aí faça uma entrada longa. Esta é daquelas para deixar esquecida num cantinho e ir desenterrar daqui a uns anos (eu sou incapaz de fazer isso, mas para quem o consiga fazer, é uma excelente oportunidade)

Church & Dwight – Uma boa aposta. Quebrou o máximo com bastante volume e não está a desiludir. Excelente desempenho, continua com aspecto de poder subir mais. Nesta tenho um stop algo apertado por uma boa razão, para além do medo de perder o que está ganho, como aconteceu na CRM. Como a posição é alavancada e consegui um lucro superior a 50% em 3 dias, parece-me sensato não deixar fugir este lucro (ok, esta razão é devido ao medo de perder!). Mas tenho uma razão melhor:) Se tivesse entrado nos 57,7 estava descansado, pois acredito que esse valor não vá ser quebrado em baixa nos próximos tempos. No entanto, só entrei no dia seguinte à quebra do máximo, perto dos 60. Não me posso dar ao luxo de deixar recuar a posição até ao suporte, porque o meu ponto de entrada está longe dele. Como o gráfico está a ficar demasiado apiculado nesta arrancada final, com diminuição dos volumes, é bastante possível que faça uma correcção até ao suporte. Se assim for, a ideia é ser stopado com mais-valias e reentrar junto ao suporte.

Monsanto – Guardei esta para o fim propositadamente. É bastante complicado para mim entrar curto contra a tendência principal, correndo o risco de acontecer o que aconteceu na JNJ. Mas neste caso, a tendência principal começa a ser dominada pelos ursos, tendo já sofrido uma baixa enorme desde o máximo histórico. A H&S desenhada neste caso é perfeita, mesmo perfeita. Já fez o retrace à neckline respondendo tal como eu desejava. Continuo com o stop acima da neckline, tal como com a convicção de que este não será disparado. Vi ontem no Caldeirão uma notícia que dizia que 160 fundos tinham entrado nela. Admito que fiquei contente com essa notícia, ao contrário do que talvez seria de esperar à primeira vista. Três razões: Cada vez tenho menos fé na rentabilidade dos fundos, pelo fraco desempenho que têm apresentado; se já entraram 160 fundos, não há-de haver muitos mais para entrar, levando as cotações para cima; Por fim, e a mais importante. Com 160 fundos dentro e a crescente desconfiança na economia (apesar deste ressalto que poderá demorar algum tempo) é muito provável que os resgates continuem, tal como a alteração de estratégia dos fundos, para melhorarem as contas que de momento não estão brilhantes. De momento só a reacção à LTa de longo prazo me preocupa, tal como o gráfico semanal, que também não deu ainda sinais de fraqueza. Mas para sair, em princípio só stopado.

Peço desculpa pelo comprimento do post, para a próxima prometo ser mais sintético

Comment List

  • JP 14 / 08 / 2008 Reply

    Excelente Tiago!
    Muito bom mesmo!

    Não sei como é que duas pessoas tão inteligentes vieram parar a esta profissão 😀

    Grande Abraço
    JP

  • Tiago Esteves 16 / 08 / 2008 Reply

    Olá Paionense! Obrigado pelo comentário.

    As vezes que eu dou por mim a pensar nisso… 🙂

    Abraço,
    Tiago

Deixe uma resposta