Ainda os CTT – Operação de Estabilização de Preços

Tiago Esteves
No tópico “Vale a pena comprar acções dos CTT?” tinha referido erradamente que a JP Morgan iria balizar os preços de forma a impedir subidas e descidas bruscas de preço, por ter sido nomeado agente estabilizador na operação. Ora, numa análise mais atenta ao prospecto verifiquei que apenas existe referência para a possibilidade de compra de novas acções, não podendo aparentemente a JP Morgan vender acções de forma a pressionar o preço caso haja euforia compradora. Esse pequeno detalhe muda bastante a minha perspectiva no que diz respeito ao arranque, já que deixa de existir a possibilidade de acontecer uma quebra marcada de cotações e fica apenas em cima da mesa uma eventual possibilidade de arranque em alta devido à pressão compradora ou, na pior das hipóteses, um arranque em banho-maria.

Se associarmos a este factor a probabilidade de termos um factor de rateio significativamente inferior ao que ocorreu em outras operações semelhantes, sou forçado a mudar de opinião em relação à tentativa de subscrição na OPV. Assim, e tendo em atenção que amanhã será o último dia para colocar ordens na primeira fase de subscrição, lá terei de ir até ao banco entregar o meu pedido. Mea culpa pelo engano…

Comment List

  • Anónimo 24 / 11 / 2013 Reply

    Visto que "mudou de opinião em relação à subscrição de ações na OPV dos CTT", permita-me que lhe coloque a seguite questão. Amanhã vai optar pela subscrição do limite máximo (25.000), mesmo tendo a consciência de alguma falta de transparência na forma como está a decorrer esta operação, nomeadamente a dúvida relacionada com a procura a fim de ser possível determinar o rateio? Obrigado!

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 24 / 11 / 2013 Reply

    É uma boa questão, estamos a ter agora essa discussão no facebook do blog. É provável que peça o limite máximo amanhã. A ordem pode ser revogável até quarta-feira e na terça são emitidos pela CMVM os resultados da procura. Se a procura for excessivamente baixa cancelo a ordem e faço um pedido na segunda fase. Infelizmente esta falta de transparência obriga-me a ponderar uma estratégia bastante agressiva que eu preferiria evitar!

  • FilipeBS 24 / 11 / 2013 Reply

    Caro Tiago,
    Encontrei recentemente o seu blogue e acho-o muito interessante e útil.
    Aproveito para deixar um repto para uma análise/post: Potenciais impactos no sector financeiro português de um chumbo de medidas orçamentais por parte do Tribunal Constitucional.
    É de esperar uma reacção forte no valor dos títulos da banca?
    Cumprimentos

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 24 / 11 / 2013 Reply

    Olá Filipe,
    Obrigado pelo comentário! É um tema interessante, irei falar sobre ele quando estivermos mais próximos da data. Pessoalmente acredito que o mercado já tenha descontado um chumbo parcial por parte do TC, podemos até ter uma vela vermelha mas duvido que isso seja motivador de uma alteração de tendência de médio prazo.
    Esse cenário alterar-se-ia se o chumbo fosse massivo! Por outro lado, um não chumbo poderia causar uma reacção positiva em alta!
    Cumprimentos

  • FilipeBS 24 / 11 / 2013 Reply

    Obrigado pela resposta. Era também essa a minha sensação, a de que o mercado já terá descontado, pelo menos em parte, um chumbo parcial do TC. Esperemos que assim seja. O não-chumbo poderia gerar de facto uma resposta muito positiva, mas esse cenário, a meu ver, é muito improvável…
    Vou continuar a seguir o blogue!

Deixe uma resposta