Altri – Análise Semanal

Tiago Esteves
A Altri foi a grande vencedora da sondagem semanal, batento por curta margem o índice PSI-20 (fica no entanto a promessa de análise ao PSI para esta semana). Após o breakout à forte zona de resistência que susteve a acção em lateralização durante oito meses a cotação arrancou de forma fulgorante e subiu 38% no espaço de um mês. Quando temos uma subida desta natureza num curto espaço de tempo é perfeitamente natural que surja uma correcção um pouco mais prolongada, e essa correcção acabou por verificar-se quando a cotação se aproximou do ponto que representou a inversão do anterior bull mode da Altri. Apesar de antigo, este ponto representou uma queda de 64% e um afundar durante mais de 2 anos, o que por si só é justificação suficiente para uma retracção.

Repare-se que os volumes durante a correcção acabaram por perder fulgor, o que nos indicava que mais cedo ou mais tarde iríamos assistir à inflexão. Esse ponto de inflexão ocorreu nos 2,23€, que representam agora um forte suporte. Espera-se agora, depois desta excelente reacção ascendente, que a cotação chegue pelo menos aos 2,62€. O que irá acontecer quando a cotação chegar a esse ponto não sei, mas tudo aponta para a quebra em alta da resistência.

Pontos de referência: Os 2,23€ são agora o forte suporte abaixo da cotação e são o ponto seguro para stop. Se o preço quebrar essa zona ficaria bastante preocupado, era um péssimo sinal! Pelo lado inverso temos a resistência dos 2,62€, que provavelmente obrigará a que pelo menos se consolide antes de um ataque.

Para quem está fora parece-me perigoso entrar totalmente nesta fase, já que estamos a 10% do ponto de stop. Uma entrada prudente seria numa aproximação aos 2,3 ou na quebra em alta da resistência. Poder-se-à optar também por uma estratégia mista, de entrada parcial precoce e reforço na retracção, consolidação ou breakout. Enfim, o mais importante nesta fase para a Altri é que as coisas estão a correr bem e nada nos indica que o seu bull mode esteja perto de um esgotamento!


Comment List

  • Anónimo 12 / 01 / 2014 Reply

    Obrigado pela análise efetuada à Altri.
    Observando o gráfico não se poderá também considerar que a cotação tocou num linha de tendência descendente?

  • JorgeNevada 12 / 01 / 2014 Reply

    Achas que vai ter pedalada para quebrar a resistencia nos 2.6? Está a subir consistentemente mas os volumes deixam um pouco a desejar. Entrei aos 2.26 por isso estou a colocar stops que me protejam o lucro, mas o meu objectivo é manter a posição aberta para um eventual breakout.

    Já agora, a EDPR já perde largamente para o BANIF nos votos da análise semanal, mas penso que a EDPR está numa zona técnica muito interessante, sendo que acabou de quebrar uma LT que vem de 2011 e tem já pela frente uma forte resistencia, se pudesses dizer uma palavrinha sobre a EDPR ficava agradecido!

    Abraço

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 13 / 01 / 2014 Reply

    Caro Anónimo,
    Não tenho agora o prorealtime mas presumo que se refira a uma linha de tendência de muito longo prazo. Não me querendo alongar teoricamente na exploração a essa interessante questão, a minha resposta rápida seria: devido ao gap temporal entre toques a linha deixou de ter validade.

    Jorge,
    Sim, acredito na quebra da resistência no médio prazo. E o médio prazo é um timeframe que envolve meses de espera por vezes. Eu deixaria um stop no mínimo e deixava correr, em termos estratégicos é o mais correcto.
    Em relação à edpr, já merece de facto um update gráfico.

    Abraço!

Deixe uma resposta