Altri a apresentar sinais de esgotamento do movimento ascendente

Tiago Esteves
Ficam os tópicos da análise desta semana:
– Quebra da linha de tendência ascendente poderá ter dado origem a movimento contrário
– H&S top formado e activado
– Os 2,51€ serão a referência estratégia de negociação

P.S.: As sondagens no blog continuam crashadas, logo que estejam de novo funcionais coloco nova poll para a análise da próxima semana

Lista de Comentários

  • Anónimo 25 / 05 / 2014 Reply

    Boa tarde,
    Acabo de ouvir a sua AT à Altri que desde já agradeço, tal como as muitas que já li e ouvi; parabéns pelo seu trabalho.
    Gostaria de lhe propor uma leitura alternativa mas que no essencial irá acabar com conclusões semelhantes às suas, alertando desde já para o facto do meu PRT não estar «quitado» :), pelo que os valores são diferentes, e também para a minha inexperiência nestes domínios.
    Escapou-me o H&S, que agradeço a sinalização, pelo que trabalhei a partir de uma tendência descendente secundária, materializada numa LTD com inicio no máximo do ano e um ponto de toque no dia 13 de Maio, e a consequente paralela descendente com início a 14 de Março e com dois toques a 15 de Abril e a sombra do dia 16 de Maio. De momento está a 1,86% da MM20, e 2,80% da MM50 e a 7,65% da MM200.
    Nesta perspectiva, e para uma entrada longa, a quebra da LTD que se daria com a ultrapassagem da MM20 seria um bom ponto de entrada ou dever-se-á sempre «jogar pelo seguro» e esperar pela quebra com volume do ombro direito?
    Relativamente à hipótese de entrada curta e se mantiver a tese da LTD esperaria a reacção em baixa a esta linha com o target na paralela.
    Peço o favor criticar esta leitura.

    Muito obrigado e bom resto de Domingo,

    Henrique Melo

  • Daniel Pires 25 / 05 / 2014 Reply

    Bom post Tiago

    Aqui está uma acção muito técnica que revela projecções de figuras, fibo, rompimento de linhas/zonas de tendência zonas de suporte com uma fiabilidade muito alta.

    Enquanto não supere o ombro direito não conseguirei ver uma reversão neste senario negativista pois assim anulava a actual linha descendente, corrigia o fibo da descida, anulava a figura de topo transformando a figura numa possível lateralizarão de continuação.

    Vamos ver o que acontece nesta semana ( actualmente estou a ver uma bandeira de baixa que só se anulará caso supere o topo do ombro direito)

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 25 / 05 / 2014 Reply

    Henrique,
    Obrigado pelo comentário. Essa segunda LT, de prazo mais curto, será mais correcto apurar no gráfico horário. Para o diário os pontos de toque são demasiado próximos, o que lhe retira validade. A principal que refere, com início na cabeça e toque no ombro direito, não é ainda uma LT por lhe faltar um toque. Mas admito que se venha a verificar, é muito frequente vermos esse cenário num H&S top. Não dou muita importância às MM em títulos portugueses, só no mercado Americano (a explicação é morosa 🙂 )
    Para a entrada longa, a quebra do ombro parece-me nesta fase fundamental. Para a curta, uma reacção em baixa com consequente formação da tal LT seria o ideal para mim.

    Daniel,
    Uma vez mais estou de acordo com a tua visão. Podemos estar de facto a consolidar neste momento, escapou-me esse detalhe.

Deixe uma resposta