AMD – Entrada Curta

Tiago Esteves

Depois de mais de dois meses de acompanhamento, decidi finalmente fazer uma entrada curta. Talvez não tenha sido no momento mais prudente, pois ainda não deu sinais de inversão, mas atingiu o topo de uma pequena zona de resistência que eu havia traçado há uns tempos atrás. Como a zona de resistência é bastante bem definida, isso permite-me ter um stop apertado, que por consequência me permite correr mais alguns riscos. A resistência dos 6,25 é mais forte do que parece no gráfico que aqui deixo. Já foi um suporte bastante válido em 2003, o que pode fazer com que os AT’s olhem também para ela.
Como é óbvio, a resistência não foi a única motivação que encontrei para me lançar curto a ela. A fraqueza crescente nas últimas sessões (entenda-se, volumes decrescentes) foi o factor-chave. A pressão compradora que a fez subir durante um mês completo, parece estar finalmente a esgotar-se.
Ah, a juntar a tudo isso dei ainda um olhinho ao estocástico, que está mesmo a pedir que ela desça (influências do ilustre Paionense).
Resumindo, um trade de alto risco, mas com perspectivas compensatórias. Com um stop apertado e margens alargadas para a queda, torna-se claro que a relação risco/benefício é favorável.

Deixe uma resposta