Análise ao CAC

Tiago Esteves

Depois das últimas análises a títulos franceses, chegou o momento de analisar o índice de referência. À semelhança de outros índices mundiais, viveu um intenso bull market entre 2003-07, com uma subida de mais de 150%. Todo este percurso foi feito de forma gradual e bem definida, o que só trouxe mais sustentabilidade ao movimento.
Tracei uma LT que, embora tenha apenas três pontos de toque, não deve ser ignorada.
Após ter sido quebrada e re-testada deu-se início o actual bear market. O CAC até tem sido relativamente pouco fustigado face às suas congéneres, já que caiu do máximo de 2007 até ao mínimo de 2009 “apenas” 59%!

Desde o início desta queda o CAC tem feito sucessivos lower-highs/lower-lows (setas vermelhas e verdes), com períodos de lateralização pelo meio. Desde Setembro de 2008 que tem vindo a definir uma LTd, que apresenta já alguma relevância. Quatro pontos de toque bem definidos que apresentaram reacções significativas em baixa (entre 15 e 31%). Também as subidas desde os lower-lows são significativas, típicas de ressaltos em bear market (entre 10 e 20%).

Após termos atingido um mínimo abaixo dos 2500 pontos, vamos já a caminho dos 2800. Perto deste valor existe uma zona de resistência e o aguardado contacto com a LTd. Estes dois factores aliados são bons motivos para estancarem o rally, até porque ele chegaria a esse ponto com um avanço de quase 20%, o avanço máximo dos rallys anteriores. Durante as últimas sessões temos assistido a uma baixa progressiva dos volumes, o que indicia que a subida pode estar a perder força.

O CAC pode assim estar a aproximar-se do ponto certo para uma entrada tendencial. Não deve ser ignorado que até prova em contrário continuamos em pleno bear market e todos os ressaltos deverão ser aproveitados para abrir posições curtas.
Se ultrapassar esses dois obstáculos e, eventualmente o padrão de lower-highs for quebrado, será dado um passo de gigante para o início do novo bull market.
O mais importante é, como sempre, estar aberto a todas as perspectivas e ter um plano B…

Disclaimer
Este comentário é uma opinião pessoal, não deve ser confundido com uma recomendação de compra ou venda. As compras e vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas resultantes.

Deixe uma resposta