Análise Semanal – Portucel

Tiago Esteves
A vencedora da sondagem semanal foi a Portucel. A Portucel encontra-se actualmente num local decisivo para o seu futuro no médio/longo prazo. Juntamente com um leque restrito de títulos do nosso PSI, esta empresa pouco subiu neste ressalto/início de bull market. Desde os mínimos até ao ponto actual vão uns meros 30%, modesta percentagem quando comparada com as subidas de outras empresas de dimensão equivalente. No entanto, há que ter em conta que a Portucel foi relativamente pouco castigada durante o bear market, se compararmos a sua queda (inferior a 60%) com a queda de empresas como a Teixeira, Sonae ou a banca (todas com quedas superiores a 80%).
Com esta introdução quero dizer que mesmo sendo esta subida mais modesta do que seria talvez de esperar, isso não lhe deve ser apontado como um sinal de fraqueza.

Voltando à parte técnica, a Portucel está actualmente a testar a LTd de longo prazo. Este é o 4º ponto de impacto numa linha bem definida que tem vindo a acompanhar a fase descendente, desde a quebra da primeira LTd. A juntar à LTd existe outro obstáculo de peso: a zona de resistência, antiga zona de suporte. Esta zona vem assumir um papel-chave pela sua grande importância. No anterior bull market foi uma resistência e no bear market um suporte. Enquanto suporte, foi responsável por dois poderosos ressaltos, ressaltos esses que só esgotaram a sua força na LTd que agora se encontra a ser testada. À terceira tentativa a zona de suporte acabou por ser quebrada, transformando-se agora numa poderosa zona de resistência.

O que podemos esperar, nos próximos tempos? Não tenho grandes dúvidas, as probabilidades estão do lado das quedas. A linha de tendência não foi ainda efectivamente quebrada em alta (nem foi ultrapassada em 3% nem surgiu um pico de volumes na quebra) e a zona de resistência é muito forte. Dada a proximidade destes dois pontos-chave, caso fosse possível shortar a Portucel, isto proporcionaria um trade com uma relação risco/benefício muito aliciante. Se a zona de resistência for quebrada em alta com consistência, aí sim, será de entrar longo. Caso isto venha a acontecer, na minha modesta opinião a Portucel passa para estado bull no médio prazo.

Para quem tem actualmente este título em carteira, parece-me demasiado arriscado esperar pelo que vai acontecer sem agir. Se eu a tivesse em carteira venderia nesta zona e recompraria mais tarde, caso estes dois obstáculos de peso fossem ultrapassados com sucesso. Estamos a uma distância de apenas 4%, não me parece nada aliciante correr riscos desnecessários por tão pouco. Para quem quer entrar, este local não é definitivamente o melhor. Ou se compra no retracement ao suporte ou na quebra da resistência, comprar a meio do caminho pode revelar-se doloroso…

Deixe uma resposta