Atividade económica da zona euro “praticamente estagnada” em novembro – Markit

Agência Lusa

A atividade económica da zona euro ficou “praticamente estagnada” em novembro, pelo terceiro mês consecutivo, enquanto a criação de emprego caiu para o mínimo em quase cinco anos, segundo a consultora Markit.

O índice PMI da atividade económica da zona euro, que mede tanto a industria como os serviços, situou-se em 50,3 pontos em novembro, ligeiramente abaixo do valor de outubro, a segunda expansão “mais moderada” desde que começou a recuperação em julho de 2013.

“Os negócios continuam a ser afetados pelas preocupações devido às guerras comerciais, pelo ‘brexit’ e por uma desaceleração da procura, com uma renovada incerteza por causa do panorama político e económico estar a fomentar cada vez mais a aversão ao risco”, assinala o relatório da consultora.

Por setores, o índice de atividade comercial nos serviços situou-se em 51,5 pontos (52,2 em outubro), estando agora no mínimo dos últimos dez meses.

Quanto à indústria, os índices “melhoraram ligeiramente”, embora estejam nos níveis mais baixos desde 2013.

Sobre a criação de emprego, o relatório realça que abrandou em novembro pelo quinto mês consecutivo para o mínimo desde janeiro de 2015.

A economia da zona euro, explica a consultora, permaneceu “encalhada” em novembro, pelo terceiro mês consecutivo.

O índice PMI aponta para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 0,1% no último trimestre do ano, contra uma subida de 0,2% no terceiro trimestre.

O índice PMI da zona do euro é calculado com base em informações de mais de 5.000 empresas do setor de serviços e do setor manufatureiro.

JS // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta