Banco espanhol BBVA passa a sucursal em Portugal em outubro

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O BBVA Portugal vai passar de filial a sucursal em outubro, segundo a informação do banco aos clientes, a que a Lusa teve acesso.

Na carta aos clientes, o Banco Bilbao Viscayz Argentaria (BBVA) diz que é “previsível que a operação – uma vez previamente concedidas as necessárias autorizações por parte das autoridades competentes – produza efeitos em 19 de outubro de 2018”.

Quanto ao impacto para os clientes, que após a mudança deixam de ser clientes de um banco de direito português e passam a clientes da sucursal de um banco espanhol, a instituição diz que todos os “ativos, passivos e correspondentes direitos e obrigações irão ser alocados à nova sucursal do BBVA em Portugal, estando projetado que esta entidade continue – sem disrupção – as atividades da sociedade incorporada (BBVA Portugal)”.

Ou seja, depósitos, créditos, contas de fundos de pensões e de investimento ou até alugueres de cofres passarão para a sucursal em Portugal do BBVA, mantendo-se os mesmos números de conta e código de identificação bancária.

Também os cartões de pagamento poderão continuar a ser utilizados sem qualquer problema, diz a informação aos clientes.

Os depósitos continuam garantidos até 100 mil euros, contudo, passam a estar cobertos pelo Fundo de Garantia de Depósitos de Espanha.

Com a mudança do BBVA de filial a sucursal em Portugal, os clientes que queiram podem pôr fim aos depósitos e meios de pagamento contratualizados com o banco sem quaisquer encargos ou penalidades.

Apenas não podem ser encerradas contas de depósitos com dívidas, antes de essas serem pagas.

Em janeiro, quando se soube da transformação em sucursal do BBVA Portugal, o grupo espanhol indicou que Portugal continua a ser “um mercado muito importante”, e que o objetivo é dar à operação maior capacidade de gestão”, assegurando “a sua sustentabilidade e a solidez do seu negócio no país”.

Fonte oficial do grupo disse então que esta mudança não significa a redução da operação do BBVA em Portugal, e que o processo de diminuição de trabalhadores foi já concluído em 2015.

O modelo de negócios do BBVA em Portugal assenta, atualmente, no segmento da banca de empresas e de clientes particulares ‘premium’ (com rendimentos mais elevados).

O BBVA, que está em Portugal há 26 anos, concluiu em 2015 um processo de reestruturação em Portugal, com saídas de centenas de trabalhadores e fecho de agências, motivado pelos prejuízos então acumulados.

Atualmente, o banco conta com cerca de 400 trabalhadores em Portugal, apostando na expansão digital do negócio.

O grupo espanhol BBVA teve lucros de 3.519 milhões de euros em 2017, mais 1,3% face ao ano de 2016.

IM // MAG

Lusa/Fim

Deixe uma resposta