Banif – Análise Técnica

Tiago Esteves
A análise de hoje será sobre o Banif, repondo assim uma análise que ficou prometida na semana passada. Depois de vários posts negativistas relativamente à situação deste banco, ainda não vai ser desta que o discurso muda de tom. Desde a estabilização pós aumento de capital as cotações têm mantido uma monótona trajectória, entre 1.2 e 1 cêntimo por acção. Um diferencial de 10% diariamente, ora para cima, ora para baixo! E é esse diferencial que tem gerado esta apatia… Poucos se arriscam a pagar mais 10% do que o oferecido no dia anterior para deter acções que têm vindo a cair abruptamente há meses! Tenho defendido que a fusão de acções parece inevitável, continuo a defender que essa solução seria a mais lógica a tomar! Parece-me agora que a falta da decisão é estratégica, para evitar males maiores. Se a fusão de acções for feita teremos quase certamente novas e violentas quedas. Pelo contrário, enquanto se mantiver a cotar a 1 cêntimo parece estar suportada.

Poucas sugestões podem ser dadas relativamente a um título que não mexe. Comprar a um cêntimo para vender 10% mais acima é surreal e será provavelmente de extrema dificuldade. Haverá muitos milhares de euros em fila de espera nesses valores, a aguardarem que um louco qualquer queira pagar muito para ter acções de um banco que vale pouco. Só tenho pena que um título assim esteja a negociar no principal índice do nosso país, denegrindo a reputação de todo o índice… Antes passarmos a ser o PSI-15!

A negociação em volta desta tentativa rápida de ganhar 10% suportará as cotações acima de 1 cêntimo durante mais algum tempo, estou convencido disso. Tal só se alterará caso a fusão de acções chegue mesmo a verificar-se ou se acontecer uma loucura qualquer aos mercados e a ganância despoletar uma reacção em cadeia no sentido ascendente. Com tanta gente convencida de que abaixo de 1 cêntimo as cotações não podem descer, isso acaba mesmo por impedir que elas desçam! A ignorância é a mãe da coragem…

Deixe uma resposta