BCP em quebra ascendente

Tiago Esteves
O BCP tem sido uma das estrelas do PSI-20 nos últimos dois dias, acumulando já um ganho de 10% desde então. Este arranque foi motivado pela quebra da zona de resistência, que perdurava há praticamente dois anos! Como tive oportunidade de referir na última análise que lhe foi feita, em Agosto deste ano, uma quebra desta resistência far-me-ia ficar positivista numa perspectiva de longo prazo.

Apesar de a recuperação iniciada no final do ano passado ter provocado já a duplicação do valor da cotação, até aos 36 cêntimos não existe qualquer resistência de relevo! É essa falta de resistências, aliada à forte quebra de ontem, ao pico de volume e à falta de popularidade ainda associada ao BCP que me leva a estar cada vez mais confiante no médio/longo prazo deste título.
Estou bullish no BCP!

Lista de Comentários

  • Rui Barradas 28 / 11 / 2013 Reply

    Caro Tiago,

    Durante os ultimos meses, sempre que vejo o gráfico do BCP, fico a olhar para o round bottom… sempre na expectativa!
    Já tinha feito umas incursões vantajosas, mas com a confirmação entrei longo.
    Aguardo rallys 😀

    Cumprimentos

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 28 / 11 / 2013 Reply

    Eu também entrei longo. Já nem digo rallies, contentava-me com um crescimento sustentado durante os próximos meses 🙂
    A ver vamos como se comporta!

  • FilipeBS 29 / 11 / 2013 Reply

    A mim sucedeu-me uma coisa curiosa. Na 4a feira à noite lancei logo uma ordem para comprar a 0,121. Nesta manhã de 5a feira, o salto foi logo tão grande que a minha ordem não tinha sido executada. Quando entrei no mercado (cerca de 30 min depois da abertura), o preço já ia a tocar nos 0,13! Passei-me, dei logo nova ordem compra, e acabei por comprar a 0,128, sem sequer me ocorrer que os preços poderiam corrigir ligeiramente ao longo do dia, e que teria oportunidade de comprar um pouco mais barato… Inexperiência minha, claro…

    Seja como for, estou totalmente de acordo com análise técnica, pois deixa pouca margem para dúvidas. E portanto o preço tem muito para evoluir desse ponto de vista. Mas e quanto à análise fundamental? Afinal é um banco com resultados líquidos negativos há 3 anos…

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 29 / 11 / 2013 Reply

    Olá Filipe,
    Pois, as ordens limite têm esse problema, se o preço não arrancar do fecho anterior não são apanhadas. Nesses casos o melhor é deixar a ordem um bocadinho acima. Se tudo correr normalmente o preço de disparo é o preço inferior, se a força ascendente for muita é apanhada um pouco mais acima.

    AF… A AF reage muitas vezes tarde, especialmente num mercado pouco transparente como o nosso. Olha o caso da Mota Engil, quando começou a subir todos diziam que o futuro era a falência. Olhamos para as notícias agora e parece que é a Apple portuguesa!

  • Anónimo 29 / 11 / 2013 Reply

    Boas Tiago,

    Não poderá dar-se o caso deste disparo ser "semelhante" ao que aconteceu em Fevereiro de 2012?
    Preferia que tivesse feito uma subida mais calma 😛

    Portanto é provável que nos próximos dias venha à antiga resistência, agora suporte nos 0,115€. Se mostrar força poderemos ter um BCP com muita força em 2014.

    Se ficar alguns dias pelos 0,12€ também não será mau, não é?

    Para quem queira reforçar é que é pior, não se encontram pontos de referência sem ser a zona de resistência assinalada no teu gráfico.

    Também estou longo, vamos acompanhando.

    Cumprimentos,
    André

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 01 / 12 / 2013 Reply

    Olá André,
    Esta quebra é muito mais significativa do ponto de vista técnico, por representar a ultrapassagem de uma resistência que durava já há muitos meses. É possível que haja uma retracção, mas se esta acontecer até ao nível do suporte será um sinal de fraqueza!
    Abraço,
    Tiago

Deixe uma resposta