BdP fez mais de 1.000 operações de compra de divida pública em 2017

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O Banco de Portugal (BdP) anunciou hoje que, durante 2017, efetuou mais de mil operações de compra de dívida no âmbito do programa de compra de ativos do setor público.

“No total do PSPP [programa de compra de ativos no setor público], o Banco de Portugal efetuou 1.029 operações em 2017”, adiantou o supervisor financeiro no Relatório Anual de Implementação da Política Monetária, hoje divulgado.

De acordo com os dados divulgados pelo BdP, foram adquiridos no âmbito do programa de compra de ativos alargado (APP, na sigla inglesa), nos primeiros três meses do ano, cerca de 80 mil milhões de ativos por mês e 60 mil milhões de euros por mês entre abril e dezembro.

“O Eurosistema comprou 6,5 mil milhões de euros de títulos da divida pública portuguesa, tendo sido adquiridos, respetivamente, 4,8 mil milhões e 1,7 mil milhões de euros pelo Banco de Portugal e pelo BCE [Banco Central Europeu]”, avançou a instituição.

O BdP adquiriu ainda 10,1 mil milhões de euros “de títulos de dívida emitidos por entidades supranacionais”.

Em comunicado, a instituição liderada por Carlos Costa referiu ainda que o valor dos ativos, adquiridos no âmbito de programas de compras, registado no BdP, em 2017, fixou-se em 47 mil milhões de euros.

Do total, 41 mil milhões de euros são relativos ao programa de compra de ativos no setor público.

“As medidas implementadas pelo BCE nos últimos três anos alteraram profundamente a dimensão e a composição do balanço do Eurosistema e do Banco de Portugal. No final de 2017, os balanços do Eurosistema e do Banco de Portugal aumentaram para máximos históricos de cerca de 4500 mil milhões de euros e de cerca de 153 mil milhões de euros, respetivamente”, apontou o supervisor financeiro.

Segundo o BdP, o excesso de liquidez também tem vindo a aumentar para dados históricos.

No período em causa, em Portugal, o excesso de liquidez situou-se nos 10 mil milhões de euros.

“Contudo, o peso do excesso de liquidez em Portugal no conjunto da área do euro manteve-se em cerca de 0,5%”, explicou.

Esta é a primeira vez que o Banco de Portugal divulga o Relatório anual de implementação da Política Monetária.

PE // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta