Belmiro de Azevedo sodomiza os actuais accionistas da Sonae Indústria

Tiago Esteves
Perdoem-me a força do título, mas não há outra forma de o dizer… Já se conhecem os moldes do Aumento de Capital da Sonae Indústria, que vai diluir a participação accionista em mais de 100 vezes. Para se ter uma noção da magnitude desta diluição, a empresa possui actualmente 140 milhões de acções e vai emitir 15 mil milhões de novos títulos. Ou muito me engano, ou significa isto em termos práticos algo muito próximo da perda total para os actuais accionistas que não queiram ir ao aumento de capital. Considerando um preço de 60 cêntimos antes do aumento de capital, a diluição aponta para um valor teórico por título a rondar os 0,6 cêntimos por acção. Não são 6 cêntimos… é pouco mais de meio cêntimo, algo ao nível do Banif. Dado o nível de diluição, é muito provável que o valor dos direitos se transforme em zero muito rapidamente, levando assim a que se dê uma rápida convergência para o valor dos novos títulos, a 1 cêntimo. Lamento ser eu o portador das más notícias, mas pelos vistos ninguém está com muita vontade de explicar a magnitude do problema a quem está dentro. Uma vez mais, poderei estar tremendamente enganado, mas creio sinceramente que nas próximas semanas a cotação da Sonae Indústria irá cair mais de 90% face ao actual valor.

Com a garantia de subscrição de pelo menos metade do montante em falta, através da Efanor, Belmiro de Azevedo garante desde já o sucesso da operação. Garante também que o dinheiro injectado lhe vai valer um aumento na participação (reforçada pelos direitos que hão-de ficar por subscrever), sendo até possível que esse reforço de posição permita retirar a empresa de bolsa nos próximos meses.
Haveria outra forma de o fazer? Penso que sim, várias… A mais drástica (e que não seria melhor para os accionistas) seria a falência declarada, mas isso traria danos reputacionais ao grupo e prejudicaria a capitalização das restantes empresas. Talvez tivesse sido sensata uma colocação obrigacionista sénior no mercado, com salvaguarda parcial de capital por parte da SGPS, por exemplo. Conseguiria financiamento para a recapitalização, sem dilacerar de forma tão drástica as contas dos accionistas.

Uma vez mais, e a confirmar-se o meu ponto de vista (admito que possa estar a ver algo de forma errada), deixo a minha solidariedade para com todos os actuais accionistas da SONI (dos quais também fiz parte ainda este ano). Não é segredo que eu abomino a forma como o Sr. Belmiro de Azevedo tem tratado os pequenos accionistas ao longo do tempo,
mas também não é menos verdade que só compra títulos do grupo Sonae
quem quer! É a lei dos mercados… pelos vistos não se chega a magnata sem
se atropelar os mais pequenos pelo caminho!

Disclaimer
Todos
os comentários e posts publicados neste blogue são meras opiniões pessoais, não
devendo ser confundidas com recomendações de compra ou venda. As compras e
vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas daí
resultantes. Se necessitar de aconselhamento financeiro contacte uma entidade
ou profissional certificados pela CMVM

Lista de Comentários

  • Anónimo 01 / 11 / 2014 Reply

    O vampiro nunca mais morre…

  • Anónimo 01 / 11 / 2014 Reply

    Olá Tiago.

    Infelizmente, sou um dos "sodomizados" nesta cotada.

    Entrei no pico do seu valor, e assisti a sua queda abrupta. Acreditei que o AC iria segurar a cotada perto dos 40 cents… mas agora… tenho 3000 acções neste momento.

    Mas não sei bem o que fazer. Se for nao for ao AC perco quase tudo… mas no caso de ir, e tentar uma saída após o AC, será que conseguirei minimizar mesmo as perdas?

    Estipulando as 3000 acções, se for ao
    AC, quanto terei de dispender? Com quantas as acções ficaria?
    Não sei se entendi bem, mas estimas um valor teórico de 0, 6 cent para o AC e 1 cent após o AC, é isso?

    Se puderes ajudar nestas questões, agradeço. Obrigado.

    Tito

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 02 / 11 / 2014 Reply

    Olá Tito,
    Essa é uma decisão bastante pessoal, que vai depender também da crença que tens no futuro desta cotada. Eu não meterei lá mais um cêntimo até que esta situação fique clarificada, e faria o mesmo se tivesse actualmente uma posição. Duvido muito que consigas minimizar as perdas se fores ao AC. Uma das regras de quem anda nisto passa por não aumentar posições perdedoras! Em relação à minha estimativa, é mais o contrário. Uma aproximação da cotação a 1 cêntimo para o pré-AC (sejam 2 ou 3 cêntimos, não interessa), e um aprofundar abaixo desse valor para depois. Mas isto é um pensamento muito teórico, já outras vezes me enganei em estimativas.
    Abraço e boa sorte!

  • Anónimo 02 / 11 / 2014 Reply

    Boa tarde

    O comentário que faz é correto na linha de pensamento que apresenta… Então e os investidores que acompanharem o AC e tendo em conta que muitos não vão acompanhar vejam a sua posição ganhar valor devido a diluicacao de forma positiva, tal como o Belmiro ?
    E ainda temos outra questão …? Quem são os institucionais a que o Belmiro diz que vai vender posteriormente as acções sobrantes ?? Entrada em Angola pela mao da Isabel ?
    o aumento de capital fica fechado pelo montante subscrito ??!! E depois não vende nada a institucional nenhum ?? Com o reescalonamento da dívida e redução de custo da dívida …Volta já a números positivos ?? Porque é que ele em maio diz que precisa de 150 milhões e agora vem dizer que os bancos fazem o refinanciamento com apenas 75 milhões ?? Ele podia dividir ele subscrevia 37.5 milhões e os restantes acionistas o outros 37.5 milhões … São apenas leituras que deixo… Não me venham e dizer que o Belmiro vai meter 75 milhões numa empresa falida e que propõe um aumento de capital onde apenas ou quase ele vai !!! Para isso fazia o que todos dizem … Vendia as acções por volta dos 0.35€ e o pessoal ia todo … O problema não é o negocio da empresa …. Ele não quer e vender a empresa de borla e partilhar os lucros da empresa com os outros …

  • Buysantander 03 / 11 / 2014 Reply

    A cotação não se vai aproximar de um centimo.
    A análise está mais ou menos, mas esquece uma coisa muito importante que é lucros futuros.

    A capitalização bolsista de uma firma como a Sonae Industria pode bem voltar a ser de 850 milhoes de euros porque não é nada de anormal lucrar 85 milhoes num ano. No ano de 2007 teve 79 milhoes de euros de lucro.

    Com uma capitalização bolsista de 850 milhoes a cotação por acção é de um euro e não de um centimo.

    A Sonae Industria não é o Banif, mas será melhor ver como evoluem as cotações até se tomar uma decisão de investimento.

  • Daniel Pires 03 / 11 / 2014 Reply

    Buysantander
    com o teu ponto de vista…Os lucros futuros foi o que levou a ENRON a falencia…Nao queiramos comparar 2007 onde estavamos no auge da bolha do credito com a situação delicada em que estamos agora…

    Eu como sempre nunca vou a aumentos de capitais mas não nos esqueçamos que o preço da acção quando ha "medo" cai para abaixo do preço real "dos livros".

    È nestes casos que o nosso grande amigo Buffet Entra…por isso nao me estranharia que caisse ate abaixo de um centimo (eu nem quero fazer projecçõs tecnicas pois ate mete medo)

  • Buysantander 04 / 11 / 2014 Reply

    Quem tiver 1.000 acções vai receber 107.000 direitos segundo o que entendi.

    Supondo que depois de arrecadados os 150 milhoes de euros teriamos uma empresa de capitalização bosista de apenas 170 milhoes de euros.Isto significaria um preço por acção de 0,011333
    Ou seja o ganho em cada direito por cada 100.000 direitos será de 133 euros.

    Com uma capitalização de 160 milhoes o ganho por cada 100.000 é de apenas 66 euros.

    Buysantander crê que o valor de mercado da empresa deveria ser no entanto muito maior pois no futuro tera lucros novamente.
    E 1.000 euros investidos no aumento de capital deverão trazer mais valias no futuro.
    Não é pois de estranhar que a acionista maioritaria queira subscrever o montante maximo que puder e inclusive retirar de bolsa.

    É pena pelos antigos acionistas que tal como os acionistas do BES vão ser vilipendiados.
    Pois quem tinha 5.000 euros investidos a 0,50 teria agora que investir 10.000 euros mais para não ver a sua posição se esfumar.
    Certamente que deverá ter retorno, mas esta é a guerra dos mais poderosos contra os mais fracos (os pequenos acionistas)

    Mais um roubo financeiro.
    Os investidores devem pensar duas vezes antes de colocarem dinheiro na bolsa.

  • Daniel 06 / 11 / 2014 Reply

    A partir de quando se podem negociar os direitos alguém sabe?
    Obrigado desde já.

Deixe uma resposta