Bolsas europeias arrancam semana mais curta em queda com exceção da alemã

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

As principais bolsas europeias iniciaram esta semana, mais curta do que habitual devido ao Natal, em queda, à exceção da alemã, depois do mercado de Wall Street ter encerrado na sexta-feira com a maior queda semanal em dez anos.

Cerca das 08:35 em Lisboa, o EuroStoxx 600 seguia em queda de 0,42% para 335,10 pontos.

As bolsas europeias seguiam em queda generalizada, à exceção de Frankfurt, que avançava 0,21%, depois do presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, ter apelado – na sua mensagem de Natal, que será transmitida esta noite – ao diálogo e à tolerância perante o “ruído” das redes sociais e a polarização que se vivem em países como os EUA e a França.

Milão seguia a perder 0,96%, seguido de Paris, com uma queda de 0,84% e Londres, de 0,70%.

Madrid, por sua vez, recuava 0,48%.

Em Lisboa, o PSI20 negociava também em queda de 0,51% para 4.626,07 pontos.

Na sexta-feira, a bolsa de Wall Street fechou a sessão com perdas de 7% para o Dow Jones e de S&P 500, contagiando o pessimismo pelos restantes mercados.

Hoje, numa sessão que será mais curta do que habitual devido ao Natal, não são esperados dados macroeconómicos relevantes.

O preço do barril de petróleo Brent, de referência na Europa, para entrega em fevereiro, abriu hoje em alta no mercado de futuros de Londres e cotava nos 54,13 dólares, mais 0,58% face ao fecho de sexta-feira.

O euro seguia esta manhã também em alta, a trocar-se a 1,139 dólares.

ICO // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta