BPI – Análise Semanal

Tiago Esteves
O BPI foi o vencedor da análise semanal. Depois da última análise a esta cotada, em Junho passado, a minha opinião pouco mudou. Estou agora discretamente mais confiante mas ainda assim negativista. Continuamos com um padrão de inversão de tendência activado, com uma projecção dolorosamente distante… O H&S tem inclinação ascendente, o que geralmente é um sinal menos promissor para os curtos, mas a evolução das cotações continua sem provar que se trata de um erro de casting. Se na última análise as cotações tinham acabado de quebrar a neckline, estamos agora sensivelmente na mesma zona, com o acréscimo de termos um máximo relativo inferior ao anterior.

A alteração positiva relativamente à última análise relaciona-se com a LT que se consegue geralmente desenhar entre a cabeça do padrão, o ombro direito e o lower-high seguinte. As cotações tiveram força ascendente suficiente para quebrar em alta este segmento entretanto gerado, que parece agora estar a servir de suporte à queda.

Ainda assim não se pode considerar que este H&S seja um falso sinal, não até que pelo menos o padrão de máximos relativos seja quebrado em alta. Significaria isso uma subida de, pelo menos, mais 5% face ao valor actual. Não me parece muito difícil de conseguir atingir a zona de resistência, tenho mais dúvidas na capacidade que o BPI terá para ultrapassar essa zona com consistência. Até que isso aconteça continuo sem o mínimo interesse em comprar acções deste banco. Se a força ascendente se mantiver, aí a história muda. Veremos o que acontece!

Deixe uma resposta