BPI em breakup de consolidação

Tiago Esteves
Depois de ter subestimado o poder ascendente do BPI após um breakout, registo agora a quebra em alta de uma bandeira com menos cepticismo. A cumprir-se a projecção, a cotação seria levada até à zona dos 1,8€. Não é desprezível, definitivamente…

Seria importante que o PSI-20 se deixasse de correcções e ajudasse a tornar este movimento reactivo num pertinente swing ascendente. Mas, como vimos hoje, mesmo que a correcção se estenda até aos esperados 6550, nada impede acções individuais de recuperarem o sentido da tendência primária antes da recuperação do índice.

Dada a minha significativa exposição à banca vou manter-me fora do BPI. Alerto no entanto quem esteja a pensar entrar para a necessidade de exposições pouco agressivas. Se tomarmos o ponto mínimo da consolidação como zona de stop, estamos a quase 10% de distância!

Lista de Comentários

  • FilipeBS 29 / 01 / 2014 Reply

    Hoje foi um dia curioso, e não só para o BPI.
    O BPI começou a ganhar fortemente, depois do almoço chegou a negociar em terreno negativo, e depois disparou para fechar com ganho de 3,5%, revelando uma enorme força compradora. Uma autêntica montanha russa. Torço para que seja mesmo o breakout dos 1,5, pois estou dentro.

    Quanto ao resto, foi curioso ver o Nikkei a fechar mto positivo. As bolsas europeias, todas elas, a negociar durante a manhã com fortes ganhos, e depois do almoço todas elas a cair para fechar no vermelho. Já estavam as bolsas europeias no vermelho e abrem as praças americanas tb a cair. Parecia tudo orquestrado. Para mim, que não estou nos mercados ainda há pouco tempo, isto é curioso.

    A análise técnica diz que não nos devemos guiar por notícias ou eventos, mas seguir tendências. Mas esta coordenação das bolsas quase assustadora mostra efectivamente que há eventos de curtissimo prazo que afectam as bolsas no imediato.

    A minha pergunta é: porque é que hoje abriu tudo no verde, e de repente passou tudo para o vermelho? Repito, todas as praças.

    Terá sido o receio do novo corte de estímulos por parte da FED, a anunciar pelo final do dia? Mas já se sabia há muito que esta reunião ia ter lugar, e que era provavel a desacelaração da "impressora"? Os mercados afinal não tinham já descontado isso? Ou decidiram descontar horas antes do anuncio oficial? Tudo muito intrigante para mim…

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 29 / 01 / 2014 Reply

    Filipe,
    Isso são eventos muito importantes para daytraders. Para quem negoceia com base no médio prazo, como eu, mais vale nem tentar sequer saber. Por isso não acompanho sessões intraday. Por isso evito ao máximo que esse tipo de notícias chegue até mim durante o dia. Porque prejudica a negociação!
    Mas sim, acredito que algumas das razões sejam as enumeradas…

Deixe uma resposta