CAC – Bouygues

Tiago Esteves

Ora aqui está mais uma interessante acção do CAC. Perita em exacerbar os movimentos do mercado, as suas subidas e descidas parecem uma montanha russa.
Depois de ter passado entre 1991/97 em trading mode, iniciou um trend de alta bem definido que só parou dois anos e meio mais tarde, após se ter valorizado 1250%! A parte final do movimento parecia mesmo uma bolha, dada a angulação e os gaps na subida. O que é certo é que acabou por quebrar, caindo 80% nos três anos seguintes. Mais uma vez recuperou e subiu 400% até ao anterior topo. Impressionante, sem dúvida.
Curiosamente, a dura crise actual ainda não se fez sentir muito neste título. Ok, 60% não é propriamente um valor simpático, mas estava à espera de mais.

Embora todos os movimentos anteriores se tenham regido por uma linha de tendência, no movimento actual ainda não consegui detectar nenhuma com validade suficiente para merecer destaque.
Quebrou recentemente um padrão de continuação de tendência em baixa, com volumes correspondentes. O movimento de consolidação durou 4 meses e a sua quebra proporcionou uma preciosa oportunidade de short.
Continuo de olho nela para a shortar, parece-me que pode já ter atingido novo lower low e pode agora iniciar uma recuperação de curto/médio prazo.
Embora não seja completamente linear, ela tem respeitado com algum rigor a sequência de lower-highs. Uma aproximação à resistência dos 30€ pode constituir uma boa oportunidade para shortar.

E a Linha de suporte ao movimento de consolidação? É verdade, também ela constitui uma resistência viável a um possível movimento de alta. O que é certo é que os mercados estão sobrevendidos e pode aparecer em breve um movimento brusco de alta. Se o movimento for tão brusco como eu estou a esperar, as resistências mais fracas poderão ceder.
No entanto, continuamos em pleno bear market e esses movimentos (as famosas bull traps) mais não são do que convites a abrir posições curtas. Mas sempre com a devida cautela!

Comment List

  • rg7803 26 / 02 / 2009 Reply

    boa noite tiago; tenho seguido esta acção e tb identifiquei a box em que esta tem vindo a lateralizar, contudo não achei relevante a resistencia dos 30 euros que identificaste; no meu grafico traçei duas linhas limites para essa box: entre os 24,20 (aprox) e os 34,50; hoje ao olhar para o grafico fiquei tentado em lançar um short caso ela amanhã chegue a esse valor, com um stop pelos 24,50; porém duvido que amanhã suba, acho que vai antes dar outro mergulho…
    abraço
    rui

  • Tiago Esteves 27 / 02 / 2009 Reply

    Olá Rui,
    Repara que eu não apontei os 30€ como uma resistência, mas sim como um higher high. No fundo, considero-o apenas como um valor de referência e não como uma resistência.
    Duvido que atinja essa zona em breve, se a atingir pode penetrar sem grandes dificuldades.
    Já a zona de resistência [34,2;24,5], essa sim, deveria impedir a cotação de voar mais alto.
    Mas isso implicaria um falso break, o que não me parece ser o caso. Estou mais inclinado para a tua opinião, de que hoje vai mergulhar.
    Abraço

  • rsacramento 28 / 02 / 2009 Reply

    esta coisa da AT é muito gira, porque dá para cada um ver a suas coisas (para além das várias coisas diferentes que cada um vê no mesmo gráfico – nunca vos aconteceu?)

    acho útil ter um ponto de comparação – mais ideias sobre o mesmo gráfico

  • Tiago Esteves 28 / 02 / 2009 Reply

    Olá Rsacramento,
    He he:)
    Sim, também me acontece muitas vezes.
    A AT é mesmo uma arte, do mais abstracto que existe:)
    Já agora, o que é que tu vês neste caso?

    Abraço

  • rsacramento 01 / 03 / 2009 Reply

    “Já agora, o que é que tu vês neste caso?”

    deixo-te os gráficos no sítio do costume 🙂

Deixe uma resposta