CMVM aprova saída de bolsa da SDC Investimentos

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) informou hoje que deferiu a saída de bolsa da SDC Investimentos, já aprovada pelo Conselho de Administração da empresa em fevereiro.

“A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) informa que, na sequência do requerimento apresentado em 07 de março de 2018 pela SDC Investimentos, em reunião do seu Conselho de Administração, realizada a 12 de abril de 2018, foi deliberado deferir, com efeitos a esta data, o pedido de perda de qualidade de sociedade aberta apresentado”, segundo um comunicado divulgado hoje.

A CMVM adianta que a decisão sobre a saída de bolsa da empresa implica a “imediata exclusão” da negociação das ações da sociedade em mercado regulamentado, bem como dos valores mobiliários “que dão direito à sua subscrição ou aquisição, ficando vedada a sua readmissão pelo prazo de um ano”.

“A Oceanlotus obrigou-se a adquirir as ações detidas pelos acionistas que não tenham estado presentes ou representados ou votado favoravelmente a referida deliberação, tendo para o efeito caucionado o respetivo pagamento junto do banco Comercial Português. O valor da contrapartida fica disponível pelo prazo de três meses a contar da presente publicação, pelo preço unitário de 0,0712 euros por ação”, lê-se no documento.

Em 27 de fevereiro, os acionistas da SDC Investimentos decidiram, em assembleia-geral extraordinária, a perda de qualidade de sociedade aberta e consequente saída da empresa de bolsa.

A perda de qualidade de sociedade aberta, que leva a saída da empresa da bolsa, obteve a maioria dos votos a favor (90,355% dos direitos de voto foram favoráveis e 0,026% foram contra).

As ações da SDC Investimentos fecharam hoje inalteradas nos 0,07 euros.

PE (SP) // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta