Constituição de empresas em Portugal recua 4% para 2.676 em agosto – Informa D&B

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O número de novas empresas constituídas em Portugal recuou 4,2% em agosto, em comparação com o mês homólogo, para 2.676, segundo o barómetro da consultora informa D&B hoje divulgado.

De acordo com o estudo, no mês em causa, o número de encerramentos caiu 14,4% para 757, enquanto as insolvências cederam 3,6% e fixaram-se em 162.

Por setor, em agosto, destacaram-se os serviços (877 nascimentos) e o alojamento e a restauração (305).

No sentido inverso, em agosto, registaram-se mais encerramentos no setor dos serviços (193) e no retalho (127).

Já o maior número de insolvências foi registado nas indústrias transformadoras (41) e no setor dos serviços (27).

No acumulado dos primeiros oito meses do ano, nasceram 30.620 empresas e outras organizações, mais 10% do que no mesmo período de 2017.

Por seu turno, o número de encerramentos fixou-se em 10.295, mais 17,3 do que nos primeiros oito meses de 2017.

No período em causa, as insolvências diminuíram 10,2% e fixaram-se em 1.625.

Os setores onde se registaram mais constituições foram os dos serviços (9.977) e alojamentos e restauração (3.604).

Por sua vez, até agosto, registaram-se mais encerramentos de empresas do setor dos serviços (2.406) e do retalho (1.827).

Por último, o maior número de insolvências, no acumulado dos oito meses, registou-se nas indústrias transformadoras (347) e nos serviços (266).

PE // MSF

Lusa/fim

Deixe uma resposta