CTT – Aproveitar a subida, mas mantendo a cautela!

Tiago Esteves

Após a última análise aos CTT, onde antecipei a possibilidade de se gerar um movimento ascendente assente num padrão de inversão, importa agora fazer o follow-up. Embora o target do padrão anteriormente identificado tenha já sido atingido, o bom momento de curto prazo parece ser para manter. A suportar essa possibilidade estão os 4 mínimos relativos consecutivamente superiores ao anterior assinalados no gráfico, e que representam um sinal inequívoco de tendência ascendente. A linha de tendência que entretanto se formou também parece estar a contribuir para o aumento da pressão compradora, trazendo maior segurança a quem investe através de análise técnica. Não sendo este o título com os melhores fundamentais do PSI, a verdade é que a análise técnica tem vindo a dar indicações de reacção sustentada. Ainda assim, convém não esquecer que numa óptica de longo prazo o título continua em tendência descendente, e que uma reacção ascendente já seria de esperar depois da forte e rápida descida que atingiu o título. É, portanto, fundamental manter a atenção a potenciais sinais de inversão deste bom momento e sair ao mínimo sinal de perigo. O melhor indicador de inversão é o mencionado padrão de mínimos relativos. Caso o mesmo seja interrompido, deverá sinalizar um regresso ao ciclo descendente. Importa por isso manter os stops firmes e não desarmar. Apesar dos cerca de 25% de subida no último mês, ainda há um longo caminho a percorrer antes que a confiança nos CTT regresse aos investidores.

CTT

_____________________________________________________________________

 

 

Deixe uma resposta

CTT – Aproveitar a subida, mas mantendo a cautela!

surfaratendencia

Após a última análise aos CTT, onde antecipei a possibilidade de se gerar um movimento ascendente assente num padrão de inversão, importa agora fazer o follow-up. Embora o target do padrão anteriormente identificado tenha já sido atingido, o bom momento de curto prazo parece ser para manter. A suportar essa possibilidade estão os 4 mínimos relativos consecutivamente superiores ao anterior assinalados no gráfico, e que representam um sinal inequívoco de tendência ascendente. A linha de tendência que entretanto se formou também parece estar a contribuir para o aumento da pressão compradora, trazendo maior segurança a quem investe através de análise técnica. Não sendo este o título com os melhores fundamentais do PSI, a verdade é que a análise técnica tem vindo a dar indicações de reacção sustentada. Ainda assim, convém não esquecer que numa óptica de longo prazo o título continua em tendência descendente, e que uma reacção ascendente já seria de esperar depois da forte e rápida descida que atingiu o título. É, portanto, fundamental manter a atenção a potenciais sinais de inversão deste bom momento e sair ao mínimo sinal de perigo. O melhor indicador de inversão é o mencionado padrão de mínimos relativos. Caso o mesmo seja interrompido, deverá sinalizar um regresso ao ciclo descendente. Importa por isso manter os stops firmes e não desarmar. Apesar dos cerca de 25% de subida no último mês, ainda há um longo caminho a percorrer antes que a confiança nos CTT regresse aos investidores.

CTT

_____________________________________________________________________

 

 

Deixe uma resposta