CTT mostram sinais de reacção

Tiago Esteves

Após uma desvalorização sem precedentes que atingiu os -40% no espaço de um mês, os CTT mostram agora sinais de alguma força reactiva. Será este movimento um dead cat bounce, ou o início de uma tendência ascendente duradoura? Apesar de a reacção ainda agora se ter iniciado, importa deixar desde já claro que estamos ainda muito longe de podermos considerar que o mau momento dos CTT ficou para trás. Até fortes evidências em contrário, todas as reacções ascendentes devem ser aproveitadas para liquidar posições que tenham sido “apanhadas” no movimento descendente (ou, para quem o deseje, abrir posições curtas). ctt

Ora, depois de proferida esta salvaguarda e mensagem de alerta, importa dizer que as fortes reacções descendentes geram por vezes fortes movimentos em sentido contrário, devido a short squeezes e à crença de que os títulos podem já ter caído demasiado e atingido o seu fundo. A suportar a possibilidade de um potencial movimento ascendente de curto prazo está o gráfico de 4 horas, onde se vê um padrão de inversão a ser formado que, a ser activado, teria uma projecção a apontar para os 3,54€. Perfeitamente plausível, dada a magnitude do movimento descendente ininterrupto que anteriormente se gerou. Contudo, para que este cenário venha a ser colocado, os 3,28€ terão de ser previamente quebrados em alta.

Já numa perspectiva mais defensiva, o único suporte digno desse nome está situado em mínimos, zona péssima para considerar um suporte. Entrar longo num título deste género é de uma perigosidade desaconselhada à maioria dos investidores, e mesmo a quem pretenda apenas fazer negociação de curto prazo recomenda-se bastante prudência. Pelo menos para já, os CTT não se recomendam.

ctt

 

Se ainda não o fez, veja a análise fundamental aos CTT.

 

_____________________________________________________________________

 

 

Deixe uma resposta