CTT prestes a enfrentar considerável resistência

Tiago Esteves
Os CTT estão próximos de um considerável ponto de força técnica, força que surge directamente do lado vendedor do mercado. Desde abril que o título não consegue fazer novos máximos, e vem já com uma sequência de 3 máximos relativos consecutivamente inferiores ao anterior. Também nos mínimos não há sinais de inversão, já que se podem também contar 3 mínimos relativos consecutivamente inferiores ao anterior. Esta sequência é característica de um ciclo descendente, representando pressão vendedora no título.

Como se tem verificado anteriormente, todos os rallys nos CTT são compostos por padrões de consolidação. A incapacidade do último padrão de consolidação no atingir da sua projecção fez soar mais um alarme, sendo mais uma evidência de fraqueza. Por todos estes motivos, a ultrapassagem em alta dos 7,88€ seria absolutamente fundamental para o título, podendo representar um ponto de viragem. Contudo, até que tal aconteça efectivamente, o meu receio leva-me a ponderar shortar. Não o farei enquanto o rally ascendente se mantiver, não o farei se os 7,88€ forem quebrados em alta, mas farei a ordem disparar caso surjam os primeiros sinais de fraqueza.

Como? Através de uma ordem trigger. Se (à semelhança do mecanismo de triple screen) o mínimo das duas últimas velas for quebrado em baixa antes da quebra em alta do máximo relativo, a minha ordem entra automaticamente no mercado. Caso contrário, fica sem efeito. Nos últimos 3 rallys descendentes, esta estratégia teria rendido respectivamente 4,5%, 9,5% e 4,5% em cada um dos casos. Caso não exista lugar a uma falsa partida, ou um bloqueio (por quebra do máximo) ainda antes da partida, poderá ser um movimento interessante.

Disclaimer
Todos
os comentários e posts publicados neste blogue são meras opiniões pessoais, não
devendo ser confundidas com recomendações de compra ou venda. As compras e
vendas são da responsabilidade do investidor, bem como os lucros ou perdas daí
resultantes. Se necessitar de aconselhamento financeiro contacte uma entidade
ou profissional certificados pela CMVM

Lista de Comentários

  • Daniel Pires 28 / 07 / 2014 Reply

    Bom post Tiago
    Também estou a pensar shortar os ctt caso amanhã faça uma vela de reversão.
    O risco ganho em shortar e maior que um ataque aos máximos anteriores
    Tecnicamente ainda está em tendência baixista e só haverá uma reversão de tendência se superar os máximos relativos anteriores…pelo que está a aproximar numa zona pivot e dai o risco ganho em shortar ser maior que uma possível continuação da tendência terciaria o que contraria a tendência geral do PSI20

  • Anónimo 29 / 07 / 2014 Reply

    Boas Tiago!
    Eu tenho observado aqui,que estas muito pessimista nos mercados para alêm deste trimestre Q2…

    (Equando eu sempre temi foi mesmo Q1 e o Q2 deste ano)

    Tens alguma razão especifica para esse teu negativismo para o 2 semestre 2014?

    (Quanto a mim a coisa que mais me preocupa na Europa ´são os stress test que estão previstos para uma data que eu não estou familiarizado)

    batistuta

  • Anónimo 29 / 07 / 2014 Reply

    Segundo soube, os resultados do stress test estão previstos para setembro.

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 29 / 07 / 2014 Reply

    Concordo, Daniel. A vela de hoje poderá já ter sinalizado inclusivé o tiro de partida.
    Batistuta, o meu pessimismo é sobretudo motivado pela vertente técnica.

  • Daniel Pires 29 / 07 / 2014 Reply

    Hoje saiu os resultados dos ctt após o fecho dos mercados e até foram bons… Agora será que não irá actuar os stops das posições de curtas caso haja um spike positivo? Amanhã será sem dúvida um dia decisivo para as posições e futuras posições curtas

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 29 / 07 / 2014 Reply

    Sim, eu vi. É provável que esses resultados já esteja, de certa forma, descontados. A abertura da posição curta na prática só deveria acontecer (com base na regra a que eu me referi) se a vela de sexta tivesse sido hoje quebrada em baixa ou se a vela de hoje for amanhã quebrada em baixa. Sem que tal aconteça, não existe sinal oficial de abertura de posição curta. Se me mandasse a adivinhar diria que a cotação terá um comportamento amanhã semelhante ao de hoje na Mota. Abrir em gap up e fechar vermelha.
    A ver vamos 🙂

  • Eduardo Costa 01 / 08 / 2014 Reply

    Bom dia! Uma vez que a resistência foi quebrada, pode-se considerar uma inversão do comportamento do título ou é prematuro?

    Parabéns pelo excelente blog!

Deixe uma resposta