Direitos da REN já transaccionam, e até fecharam o primeiro dia em alta!

Tiago Esteves

Tiago Esteves

, Notícias

Um dos assuntos na ordem do dia é o aumento de capital no valor de 250 Milhões de euros da REN. Como, conforme esperado, o preço tem vindo a sofrer de uma volatilidade muito acima do normal, o título tem merecido particular atenção por parte dos investidores. Importa, neste momento, acompanhar alguns aspectos importantes relativamente ao processo.

Os direitos de subscrição começaram hoje a transacionar, e para já o resultado não é mau. Os direitos subiram 3,3% relativamente ao seu valor teórico, e estão neste momento a valorizar face ao preço de separação. Significa isso que o caminho será ascendente durante o período de transacção? Dificilmente, já que os direitos são habitualmente bastante pressionados  em mercado. Nos primeiros dias existe uma tendência para a cotação ser segura, para não existir um panic sell que leve a uma desvalorização acentuada (sendo por isso, por norma, os melhores dias para vender para quem não queira acompanhar o aumento de capital). À medida que o tempo vai passando, geralmente o preço vai-se erodindo, e por vezes assistimos a verdadeiras bolas de neve. O melhor a fazer? Sem dúvida, aproveitar o aumento de capital para fazer arbitragem (prática de ganhar dinheiro com o diferencial entre o preço teórico do título e o preço de mercado, fazendo cobertura desse diferencial com recurso a um CFD).

Convém também recordar que os direitos têm de ser exercidos ou vendidos! Caso tivesse em sua posse acções da REN antes da data de ex-direito, terá agora em carteira duas linhas de títulos: uma relativa às acções com um preço corrigido equivalente à subtracção dos direitos, e outra relativa a um título de nome “REN DS 2017”. Este segundo é um título que desaparecerá após o dia 1 de Dezembro, data limite para o exercício. Portanto, se não o vender nem o exercer, está simplesmente a deitar dinheiro ao lixo.

Espera-se, mesmo que a operação venha a ser um sucesso, que exista pressão vendedora no decorrer do processo e sobretudo na colocação em mercado dos novos títulos. A diluição ainda é bastante importante, e o esforço financeiro que alguns accionistas fizeram para participarem no processo de AC poderá reflectir-se em vendas parciais com o objectivo de ajustar a exposição à REN. Importa, por isso, ficar muito atento a este risco! Quem quiser seguir a flutuação da cotação dos direitos, pode fazê-lo através do site da Euronext.

Deixo também, já agora, uma actualização ao gráfico da REN.

_______________________________________________________________________________________________

 Aproveite a promoção de Black Friday: 20% de desconto no Curso de Introdução aos Mercados Financeiros (limitado às primeiras 10 inscrições)!

Deixe uma resposta