EDP contrata linha de crédito de 2.240 ME por um prazo de cinco anos

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A EDP contratou com 17 bancos uma linha de crédito no montante de 2.240 milhões de euros, pelo prazo de cinco anos, e que pode ser extensível por dois anos, anunciou hoje a elétrica liderada por António Mexia.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP explica que a nova linha de crédito substitui uma linha de 2.000 milhões de euros contratada pela EDP em 2015 com 16 bancos, que vencia em fevereiro de 2020 e que está utilizada em 1.500 milhões de euros, permitindo reforçar as fontes de liquidez do grupo e aumentar a vida média da sua dívida.

Esta linha de crédito permite utilizações em euros e dólares dos EUA.

A transação foi organizada pela própria EDP, contando com a participação de 17 bancos: BBVA, Banco de Sabadell, S.A., Banco Santander Totta, The Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ, Ltd, BNP Paribas, Caixabank, S.A., Citigroup Global Markets Limited, Commerzbank AG, Deutsche Bank AG, HSBC France, Industrial and Commercial Bank of China Limited, ING Bank N.V., J.P. Morgan Securities PLC, Mediobanca, National Westminster Bank PLC, Societe Generale e Unicredit Corporate & Investment Banking (“Bookrunners & Mandated Lead Arrangers”).

Segundo o comunicado, o BNP Paribas atua também como agente.

JNM // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta