Empresas norte-americanas afastam-se da conhecida associação pró-armas

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

Várias empresas norte-americanas estão a romper as relações empresariais com a Associação Nacional de Armas (ANA), no seguimento do massacre de 14 de fevereiro numa escola no sul da Florida, na qual morreram 17 mortos.

Uma das primeiras empresas que anunciou o fim da sua colaboração com a ANA foi o banco First National Bank of Omaha, que anunciou na semana passada que revogaria um cartão de crédito Visa que tinha o símbolo da ANA.

A companhia de segurança informática Symantec também já comunicou o fim dos descontos que oferecia à organização defensora do uso de armas nos Estados Unidos.

As companhias aéreas United Airlines e Delta Air Lines, assim como a seguradora Metlife e a empresa de aluguer de automóveis Hertz, bem como a hoteleira Best Wetern, também já anunciam o fim da ligação à ANA.

MBA // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta