EUA acusam UE e China de infringirem regras da Organização Mundial do Comércio

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

Os Estados Unidos acusaram terça-feira a União Europeia (UE) e China de infringirem as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC), criticando as tarifas impostas a produtos norte-americanos.

O representante norte-americano do Comércio (USTR, na sigla em inglês), afirmou que tanto a UE como a China estão a “desvirtuar as regras da OMC” e que as “ignoram (…) quando isso lhes é conveniente”, utilizando-as também de forma “hipócrita”.

Robert Lighthizer, num comunicado divulgado na terça-feira à noite, argumentou que “a União Europeia inventou uma teoria jurídica sem fundamento” para justificar a instauração de direitos aduaneiros em represália àquelas impostas pelos norte-americanos sobre o aço.

Para Washinton, as medidas de retaliação da UE e da China são injustificadas, uma vez que os Estados Unidos têm o direito unilateral de proteger a sua indústria de aço “em nome da segurança nacional”, escreveu o responsável.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já ameaçou taxar as importações de automóveis europeus e produtos chineses cujo montante pode atingir os cerca de 400 mil milhões de dólares (342 mil milhões de euros).

Depois dos Estados Unidos terem instaurado tarifas aduaneiras sobre as importações do aço (25%) e do alumínio (10%), os países europeus responderam na sexcta-feira com taxas sobre 3,2 mil milhões de dólares de produtos norte-americanos (2,7 mil milhões de euros), nomeadamente as motos Harley-Davidson, uísque e ‘jeans’.

JMC // JMC

Lusa/Fim

Deixe uma resposta