Fitch revê em alta nota de Espanha para A-

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A agência de notação financeira Fitch decidiu rever em alta a nota de Espanha em um grau, de BBB+ para A-, na sexta-feira, alegando que o impacto da crise política com a Catalunha na Economia “foi limitado”.

Esta foi a primeira das três principais agências de ‘rating’ a melhorar a nota de Espanha desde 2015, quando a Standard & Poor’s subiu a sua, e a primeira a devolver o nível A que Espanha tinha perdido em 2012.

No seu relatório, a Fitch assinalou que a Economia espanhola continua a dar sinais de vigor, depois de ter corrigido desequilíbrios macroeconómicos e intensificado a redução do défice público.

A agência advertiu que é muito possível que o executivo não consiga chegar a acordo para aprovar um orçamento para 2018, situação que se se repetir em 2019 pode resultar em eleições antecipadas.

Este cenário também exclui que se possam aprovar novas reformas económicas substanciais nos próximos meses no parlamento.

Da Economia catalã, que representa 20% da Economia espanhola, destacou que apenas tinha desacelerado duas décimas no quarto trimestre, com o crescimento a passar de 0,9% para 0,7%.

Para a Fitch, a secessão na Catalunha continua a ser muito improvável e centra os seus prognósticos num acordo sobre um novo sistema de financiamento autonómico, que inclua mais autonomia para esta região de Espanha, se bem que considere que será um processo demorado, durante o qual se assistirão a escaladas de manifestações nacionalistas, de vez em quando.

RN // ARA

Lusa/Fim

Deixe uma resposta