GALP – Entrada curta

Tiago Esteves

O PSI-20 está nas ruas da amargura, os últimos meses têm sido de quedas avultadas e o mais certo é não ficarmos por aqui, pois a margem para mais quedas é ainda extensa.
Com um crescimento vertiginoso nos últimos anos, a chegada da inversão é mais que natural. É a característica mais básica dos mercados, a sua ciclicidade.
No actual cenário (aliás, como deverá ser feito em todos os outros cenários), há que não contrariar a tendência. E se esta é descendente, então deixemos de comprar, o sinal de início para as vendas a descoberto já foi dado há algum tempo.
A venda a descoberto nas empresas portuguesas é algo relativamente limitado, não se podendo realizar esta operação em algumas das que seriam mais lucrativas. Assim sendo, há que procurar as melhores oportunidades no leque que nos é oferecido.
Deste leque pouco avultado, a GALP foi a primeira a ser por mim escolhida para uma pequena análise.

A Galp tem sido uma acção certinha a nível de AT, das poucas do PSI.
Após a rotura da LTa em Junho, todo o cenário optimista que se vivia em redor dela, se começou a desmoronar. Embora tenha havido muita gente a entrar a descoberto já nessa altura, o mais prudente teria sido aguardar mais um pouco, pois os 14€ já por várias vezes a tinham sustido, sendo assim um suporte bastante consistente.
Depois dos 14 terem ficado para trás, havia um gap por fechar… e um vazio de suportes. O toque nos 11€ era quase inevitável.
Enquanto a queda até aos 11 era óbvia, agora já não é tão óbvio o que ela irá fazer. Tem um bom suporte nos 11, pelo que poderá reagir e subir novamente até aos 14. Por outro lado, pode quebrar os 11. Mesmo que quebre os 11, só entrarei curto no caso de uma quebra dos 9, pois aí tem caminho aberto até aos 7. Entre os 11 e os 9 há muito ruído a nível gráfico, é difícil perceber o que poderá fazer e é arriscado tentar adivinhar.
Pessoalmente acredito que vá novamente até perto dos 14 e se deixe andar uns tempos a marinar entre os 11 e os 14, fazendo jus à sua fama de certinha a nível técnico. Fico à espera dela nos 14, sem entradas precipitadas. Se não chegar lá, hei-de entrar nos 9. Isto sempre para entradas curtas, claro.

Deixe uma resposta