Gestmin reforça participação nos CTT e passa a deter 11,01% do capital social

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Gestmin reforçou a sua participação nos CTT, passando a deter 11,01% do capital social e dos direitos de voto da empresa.

Em comunicado hoje enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT referem que “a Gestmin passou a deter, diretamente, 16.517.882 ações representativas de 11,01% do capital social e dos direitos de voto dos CTT”.

De acordo com o documento enviado ao mercado, em causa está a aquisição de 1.188.164,00 ações ordinárias dos CTT, entre os dias 20 e 22 de dezembro.

Registou-se ainda “a aquisição por parte de João Afonso Ramalho Sopas Pereira Bento, no dia 20 de dezembro de 2017, de 3.000,00 ações ordinárias dos CTT”.

Já no dia 14 de agosto a Gestmin tinha reforçado a sua participação na empresa de correios, detendo 10,22% do capital social e dos direitos de voto.

A Gestmin, maior acionista dos CTT, foi criada em 2004 por Manuel Champalimaud e é um grupo 100% português com interesses em várias áreas de negócio, nomeadamente estruturas sustentáveis e diversificadas nos setores da energia, logística alimentar, indústria de moldes e plásticos, turismo e da agroindústria.

Os CTT têm em marcha um plano de reestruturação que prevê a redução de 800 postos de trabalho nos próximos três anos.

PE (ND) // JNM

Lusa/fim

Deixe uma resposta