Gigantes Internacionais – ArcelorMittal

Tiago Esteves
Desde a última análise, a Arcelormittal tem vindo a reforçar o seu movimento descendente de longo prazo no gráfico diário, e encontra-se actualmente num ponto chave. O assentar na zona de suporte permitirá, muito provavelmente, que em breve percebamos se irá ter força suficiente para reagir e inverter o sentimento negativo. Como referi anteriormente, até que existam indícios em contrário, a força do movimento estará do lado da queda.

Um sinal de grande solidez seria dado com a quebra em alta dos 4,99€, que representariam uma inversão nos lower-highs e consequente activação de padrão de inversão no gráfico horário. Para já, realisticamente falando, importaria acima de tudo que os 4,4€ se mantivessem por quebrar. Abaixo desta marca estaremos em mínimos desde 2003, e não é confortável para nenhum título estar em terrenos tão pantanosos.

Deixe uma resposta