Grupo Media Capital passa de lucros a prejuízos de 1,4 ME no 1.º trimestre

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O grupo Media Capital teve prejuízos de 1,4 milhões de euros no primeiro trimestre, que comparam com os lucros de cerca de 1,9 milhões de euros do mesmo período de 2018, divulgou hoje a dona da TVI.

Na informação divulgada através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo de comunicação social considera que “estes resultados estão em linha com o orçamentado para o primeiro trimestre”, que tem “menor impacto no ano, por força da sazonalidade”, e que é esperado que no final do ano “a performance do grupo esteja em linha com a verificada em anos anteriores”.

Ainda entre janeiro e março, o EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) desceu 81% para 1,0 milhão de euros, sendo que o EBITDA excluindo gastos com reestruturações desceu 69% para 1,7 milhões de euros.

Os rendimentos operacionais subiram 1% para 39,3 milhões de euros, com a televisão a contribuir com 39,3 milhões de euros, mais 1% do que no primeiro trimestre de 2018, e a produção audiovisual e a rádio com cerca de 5,7 milhões de euros cada uma (menos 23% e mais 42%, respetivamente).

Já o total de gastos operacionais (excluindo amortizações e depreciações) subiram 14% para 38.304 milhões de euros, com os gastos com reestruturações a quintuplicarem para 652 milhões de euros.

O grupo Media Capital destaca o aumento em 4% das receitas publicitárias no primeiro trimestre para 25,2 milhões de euros, sobretudo devido ao crescimento da rádio, onde detém a Rádio Comercial, que aumentou 16% para 4,48 milhões de euros, e do segmento “outros” (que inclui as áreas do digital), de 34% para 930 mil euros.

Já na televisão a publicidade subiu 1% face ao período homólogo para 19,9 milhões de euros.

A Media Capital destacou ainda o desempenho da audiência na rádio, com “audiência acumulada de véspera a atingir 27,1%, superando os 25,3% do principal grupo concorrente”.

“Enquanto a Rádio Comercial registou o maior número de ouvintes de sempre de uma rádio portuguesa, a M80 registou o seu maior share de audiência de sempre”, refere.

Por fim, o endividamento líquido situou-se nos 89,9 milhões de euros, mais 5% face a dezembro de 2018.

O grupo Media Capital detém canais de televisão (TVI, TVI24, TVI Ficção e TVI Reality), a produtora Plural, as rádios Comercial, M80 e Cidade, entre outras, e ainda plataformas digitais.

IM // SR

Lusa/Fim

Deixe uma resposta