Índices Europeus – A semana que passou e a que agora se inicia (03-05-2015)

Tiago Esteves
– Análise ao Euro/Dólar, pela importante influência que o par tem no desenvolvimento dos índices;
– DAX activou H&S no gráfico de 4 horas, poderá dar oportunidade de entrada longa em breve
– IBEX, PSI20 e CAC ainda acima dos suportes de curto e médio prazo, sem evidenciarem sinais de fraqueza.

Comment List

  • Anónimo 05 / 05 / 2015 Reply

    Olá Tiago,
    Excelente análise, tal como nos tens habituado ao longo destes anos.
    Já agora aproveito para te deixar aqui uma questão/ ou uma possível sugestão para um artigo:
    Sei que as obrigações são parte integrante da tua carteira (pelo menos assim já o dissestes algumas vezes) e sei que também já escreveste um artigo em 2012 sobre isso. Mas já agora deixo-te aqui duas questões as quais agradecia-te se me respondesses:
    Quais são os parâmetros que tu avalias na escolha de uma dada obrigação?
    Usas algum tipo de money management ou de estratégia para aquisição e para venda em mercado secundário destas?

    Abraço
    Rui Mendes

  • Anónimo 06 / 05 / 2015 Reply

    Boa tarde Tiago,

    Gostaria de deixar uma questão, que julgo que possa estar familiarizado, e que é a seguinte: como posso declarar as mais/menos valias de CFD's de Ações e do Forex no anexo G?

    Obrigado,

    João Cardoso

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 06 / 05 / 2015 Reply

    Olá Rui,
    Muito ao de leve, valorizo obviamente a YTM, o sector, e a solidez fundamental da empresa. Não me meto em países, devido aos riscos de haircut. Nos últimos anos aplico a mesma regra à banca.
    Se identificar uma oportunidade por subvalorização, posso negociar no mercado secundário só com essa base. Mas sinceramente é raro procurar activamente por oportunidades dessas. Só por vezes no mercado alemão, quando um sector é muito afectado.

    João,
    Se as mais/menos valias forem de forex e cfd's de acções internacionais devem ir para o anexo j. Se os CFD's forem nacionais, anexo G. Há um espaço em ambos os anexos para instrumentos derivados (O nome há-de rondar isso).
    Abraço

Deixe uma resposta