Índices – A semana que passou e a que agora se avizinha (4/10/2014)

Tiago Esteves
Ficam os tópicos da análise desta semana:

– Medidas do BCE desiludiram investidores;
– Todos os índices estão sob alguma pressão no curto prazo, inclusive os Americanos

Comment List

  • Marco 04 / 10 / 2014 Reply

    Boa análise Tiago.

    Adquiri na 5ª feira posições em algumas empresas porque considerava que os mercados não reagiriam de forma tão negativa ao anúncio do BCE, e que poderiam terminar a correcção nesse dia e aproveitar também o embalo de um possível teste a máximos nos EUA. Adquiri assim posições em Paris, Amesterdão, Bruxelas, Madrid e Portugal(Axa, GDF, Bpost, Ren, Arcelormittal, GTT e Repsol).

    São acções que costumam ter uma política de dividendos generosa e que costumam ter volatilidades inferiores ao mercado. Fi-lo na convicção que iríamos testar máximos no curto prazo, e nalgumas delas, para aproveitar alguns dividendos que vão ser pagos entretanto (GDF e Bpost) e quem sabe, manter a posição por mais tempo.

    O cenário de curto prazo que traças, perante esta carteira, faria-te fechar posições e esperar por uma melhor definição do mercado? Tenho actualmente algumas dessas posições com desvalorizações de 1% e outras com ganhos de 0,5/0,6%.

    Pergunto isto porque estou mais optimista do que a tua análise, acho que houver overreacting ao anuncio do BCE e que mais tarde ou mais cedo o BCE vai comecar a comprar outro tipo de activos e que isso vai impulsionar os mercados na Europa. No entanto posso estar com uma opinião um pouco enviesada por ter interesse nesse cenário mais positivo.
    Por outro lado, tenho alguma parte da carteira no CAC, e as coisas parece que não ficaram bonitas no fecho de quinta feira e os líderes franceses teimam em não acertar a execução orçamental e estancar o desemprego em França, o que a médio prazo, pode ser uma ameaça.

    Abraço e BN

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 04 / 10 / 2014 Reply

    Olá Marco,
    Vai variar muito com o teu timeframe de negócio. Se fizeste uma entrada com base nos dividendos e só pretendes vender daqui a meia dúzia de anos, as oscilações de médio prazo não te devem fazer mudar de ideias. Se pensas vender daqui a dois ou três meses, as coisas podem ser mais variáveis. Olhando para o PSI, mantenho a minha forte desconfiança em todos os timeframes. O índice está ainda longe de mostrar sinais robustos de reversão. No CAC, se estive já mais negativista, agora estou neutro. Sinceramente não sei para que lado vai pender nos próximos meses, e por isso não abrirei posições nesse índice. Poderá acontecer que o BCE de facto expanda a política monetária e que isso beneficie o índice, mas pessoalmente só comprarei com base nessa variável quando for factual. Até lá prefiro ficar nas laterais. Mas admito a possibilidade de quebrar os 4500 pontos em alta e ir para máximos! De qualquer forma, é bom ires vigiando os 4100. Em relação aos outros dois índices, não os sigo.
    Abraço e boa sorte!

  • Marco 05 / 10 / 2014 Reply

    Obrigado pela análise Tiago.

    Abraço e boa sorte também!

Deixe uma resposta