Jerónimo Martins afunda no seu estado depressivo

Tiago Esteves
Não é de agora a minha desconfiança pela Jerónimo Martins, como se sabe. A empresa deixou de estar nas boas graças dos investidores há muitos meses, e tudo tem sido motivo para gerar panic sell. Todas as últimas apresentações de resultados acabaram em vendas generalizadas, e a de hoje não foi excepção. Uma queda de 13,5%, que só não foi pior porque a marca psicológica dos 10€ deu uma ajuda.

A julgar pelo que aconteceu nas divulgações anteriores, facilmente identificáveis pelas velas negativas associadas a fortes volumes, é provável que nas próximas semanas tenhamos uma consolidação descendente desta zona de preço. Poderemos inclusivamente ter uma pequena recuperação, mas dificilmente será algo de muito exuberante. As minhas exigências para com a Jerónimo Martins continuam a diminuir, e passo agora a fronteira do bear mode para os 13€. Sem que esse marco seja ultrapassado em alta, não tenho a mínima intenção de tentar uma entrada longa. É verdade que os ressaltos ascendentes podem ser bem sedutores, mas já viram o que pode acontecer a quem negoceia contra a tendência? Não estou para isso, estes drawdowns acabam-nos com a sanidade!

Comment List

  • Bruno 30 / 07 / 2014 Reply

    Tiago uma opinião! Se tivesses acções da JM com um preço médio de 12.72€ o que farias? Vendias para evitar uma queda maior?

    Obrigado!

    Bruno

  • Carlos Varandas 30 / 07 / 2014 Reply

    Prevejo dias difíceis para a JM a médio prazo com ajuste por baixo da acção. Bruno eu sou um aprendiz nestes temas mas no seu caso esperaria algo reacção em alta nestes dias para vender e minorar perdas porque na minha opinião de aprendiz vem ai um rally descendente.

    Cumps.

  • Tiago Esteves
    Tiago Esteves 30 / 07 / 2014 Reply

    Como sabes não posso dar uma recomendação directa, Bruno. Mas eu ficaria atento e ponderaria pelo menos diminuir a exposição se a fraqueza se mantiver

  • Yautja 30 / 07 / 2014 Reply

    Bruno,

    Cuidado com os conselhos que vais ouvir de quem não tem que viver com as consequências.
    O Tiago foi muito inteligente na resposta, porque qualquer sugestão pode ter bons ou maus resultados. Na qualidade de novato nestas andanças a unica coisa que posso dizer é que não caias na tentação de te expor mais ao titulo para baixar o preco médio.

  • Daniel Pires 31 / 07 / 2014 Reply

    Bom Post Tiago

    Ontem foi mesmo um dia mau para a JM pois perdeu um super suporte de muito longo prazo…tecnicamente a proximo suporte forte esta nos 8.3 (topo de 1999) o que pode significar uma queda de mais de 20%…
    Agora será caso haja um pull back ao suporte este conseguira suportar a acção?

    Quanto a reversão de tendencia eu sou um bocado mais optimista e aponto uma reservao quando supere com dois fechos diarios ou um fecho semanal acima dos 12€

  • Anónimo 31 / 07 / 2014 Reply

    Daniel Pires,

    Aliás quem quiser que me corrija, mas não se pode considerar um suporte forte algo que foi em 1999?! Nem sentido isto faz, é verdade que a JMT não tem qualquer suporte relevante neste momento a não ser a zona dos 10,04€ mas arranjar suportes não nos vai permitir efectuar uma análise real/sincera.

    Tiago gostarei de ter a tua opinião, suportes relevantes no máximo até 3 anos é isso?

  • Daniel Pires 01 / 08 / 2014 Reply

    Bom dia Anonimo

    As resistencias e suportes são psicologicos, na minha humilde opiniao esse maximo de 1999 tambem serviu de zona de suporte e resistencia em 2010 e ate nessa zona fez uma figura de triangulo de continuação pelo que da força a minha teoria que se trata de um bom suporte.

    Uma boa analogia poderemos ver quando uma acção toca nos minimos historicos mesmo que isso se tenha passado ha 20 anos atraz, o mesmo passa com resistencias e suportes importantes intercalares (nao vamos descontar o efeito da inflação)

    A analise tecnica nao é nada mais nem nada menos que gestao de risco pelo que se tiver errado espero que "haja liquidez e actuem os meus stops"

  • Anónimo 01 / 08 / 2014 Reply

    Boa Tarde,

    Concordo quando diz que as resistência e suportes são psicológicos, agora não acredito que um investidor olhe para um gráfico com esse horizonte temporal à procura de um suporte/resistência. Estamos a falar de 15 anos. Isso era quase o mesmo que esperar que a banca voltasse a 1€ quando novas resistências e suportes vão sendo criados no novo ciclo.

    Algo completamente diferente é um mínimo histórico pela sua "relevância", agora no caso da PT não foi isso que a fez ressaltar, aliás os investidores nem se lembravam disso, se não a acção tinha tido pelo menos um ressalto considerável.

    Concordo com a sua visão mas creio que olhar para algo com esse desfasamento temporal não é de todo real a uma análise técnica.

    "A analise tecnica nao é nada mais nem nada menos que gestao de risco pelo que se tiver errado espero que "haja liquidez e actuem os meus stops"

    Sem dúvida!

Deixe uma resposta