Jerónimo Martins já não está em Bull mode

Tiago Esteves

A Jerónimo Martins continua a provar que a Análise Técnica se antecipa muitas vezes a outros eventos (como a apresentação de resultados), quando aplicada a títulos cotados em mercados pouco eficientes. Três meses depois de ter activado um padrão de inversão, e com cerca de 15% de desvalorização desde máximos, o título continua a retrair. Verdade seja dita, tanto em termos de amplitude como de duração, o movimento continua a enquadrar-se no âmbito de uma correcção. Contudo, não deixa de ser um movimento negativo, que conta já com 5 máximos relativos consecutivamente inferiores ao anterior. E, mais preocupante do que isso, a activação do padrão de inversão associada à posterior quebra em baixa do suporte dos 16,27 euros são para mim sinais suficientes para considerar como anulado o anterior bull mode. É sempre certo que o título poderá amanhã inverter a sua tendência e recuperar novamente esse momentum, mas até que recupere os 16,97€ em alta, já não poderemos considerar a sua tendência de médio prazo como ascendente. Em termos de suportes, não deixarei para já nenhuma consideração. Caso se confirme o bear mode, o título pode entrar em suportes como faca quente em manteiga, sendo imprevisível antecipar em que ponto este movimento se poderá deter. Será sempre preferível reagir à posteriori, logo que surja a activação de um novo padrão de inversão, desta vez de descendente para ascendente.

Por falar em apresentação de resultados, nos próximos dias o Guilherme deixará um comentário à apresentação de resultados de algumas cotadas Nacionais, sendo uma delas a Jerónimo Martins.

Recordo também que amanhã teremos novo webinário de análise técnica. Como habitualmente, começa às 19h. Deixo aqui o link para inscrição.

 

_______________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre negociação? Conheça o nosso curso de introdução aos mercados financeiros

Deixe uma resposta