Lucro da Cofina sobe 17% em 2017 para 5,1 ME

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O lucro da Cofina subiu 17% no ano passado, face a 2016, para 5,1 milhões de euros, anunciou hoje a dona do Correio da Manhã e do Jornal de Negócios, entre outros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Cofina adianta que “as receitas totais atingiram 91,1 milhões de euros face aos 99,9 milhões registados em 2016”, o que representa uma descida de 8,9%, “com as receitas de circulação a diminuírem 10,4% [para 45,8 milhões de euros] e as de publicidade 5,9% [31 milhões de euros]”.

Já as receitas de produtos de ‘marketing’ alternativo reduziram-se em 10,3% neste período, para 14,1 milhões de euros.

No ano passado, os custos “apresentaram uma redução de 10,4% para os 77,4 milhões de euros, fruto da reestruturação realizada”.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) diminuiu 0,8% para 13,6 milhões de euros.

“O EBITDA após custos de reestruturação registado no período em causa foi de 11,2 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de cerca de 17% face ao ano anterior”, refere a empresa presidida por Paulo Fernandes.

“Em 31 de dezembro de 2017, a dívida líquida nominal da Cofina era de 49,6 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de oito milhões de euros relativamente à dívida líquida nominal de 57,6 milhões de euros registada do final do exercício de 2016”, acrescenta.

As receitas no segmento dos jornais caíram 6,3% para 77,1 milhões de euros e as de revistas diminuíram 21,1% para 13,8 milhões de euros.

ALU // CSJ

Lusa/Fim

Deixe uma resposta