Lucro da Sonae Indústria cai 41% para 3,8 ME no 1.º trimestre

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Sonae Indústria obteve um lucro de 3,8 milhões de euros no primeiro trimestre, valor que representa uma redução de 2,6 milhões (40,8%) face ao mesmo período do ano passado, foi hoje comunicado.

“A descida do resultado líquido face ao período homólogo explica-se sobretudo pela redução no EBITDA [resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações] dos negócios integralmente detidos”, avança a Sonae Indústria no relatório publicado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O presidente do Conselho de Administração, Paulo Azevedo, citado no documento, explica que “o EBITDA recorrente dos negócios integralmente detidos foi negativamente afetado” pelos resultados da América do Norte “que sofreram o impacto da depreciação do dólar canadiano face ao euro, e pelo aumento dos custos da madeira e energia”.

Os resultados consideram a participação de 50% na Sonae Arauco, que detém as duas fábricas afetadas pelos incêndios de outubro e que estão “totalmente operacionais”, estando o investimento na nova linha em Mangualde “a decorrer como programado”, avança Paulo Azevedo.

O documento revela ainda que o volume de negócios da Sonae Indústria no primeiro trimestre atingiu 54,3 milhões de euros, uma redução de cerca de 5,2 milhões em termos homólogos.

O EBITDA recorrente foi de 5,8 milhões de euros, uma redução de 3,9 milhões face ao mesmo período do ano passado e uma descida de 1,5 milhões comparando com o último trimestre de 2017.

A dívida líquida era de 208,6 milhões de euros no final de março de 2018, menos 11,4 milhões de euros face a março de 2017.

O número total de colaboradores da Sonae Indústria era em março de 485, em linha com o verificado um ano antes, avança a empresa.

DF // MSF

Lusa/Fim

Deixe uma resposta