Ministro argentino pede antecipação da linha de crédito à diretora do FMI

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O ministro da Economia da Argentina encontrou-se terça-feira com a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional para pedir a antecipação de uma linha de crédito de 50 mil milhões de dólares (43,1 mil milhões de euros).

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, disse que foram feitos progressos durante a reunião e que vão continuar a trabalhar para reforçar o programa de apoio do FMI à nação sul-americana, referindo-se à linha de crédito aprovada já este ano.

“As conversações vão continuar ao nível técnico e, como afirmei antes, o nosso objetivo comum é chegar a um entendimento rápido para apresentar uma proposta ao conselho executivo do FMI”, declarou em comunicado.

O ministro Nicolas Dujovne encontrou-se com a diretora do FMI após uma reunião com o secretário do Tesouro norte-americano, Steve Mnuchin.

Horas antes da reunião entre Dujone e Lagard, o presidente Donald Trump falou na terça-feira com o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Em comunicado, Trump diz que o presidente Macri está a fazer “um excelente trabalho” com a difícil situação económica.

Macri anunciou na segunda-feira novas taxas nas exportações e a eliminação de vários ministérios.

AH // JMC

Lusa/Fim

Deixe uma resposta