Mota Engil – Análise Técnica

Tiago Esteves
A Mota Engil foi uma das empresas do PSI-20 que mais sofreu com o presente Bear Market, com uma queda superior a 75% em menos de 2 anos, se considerarmos mínimos e máximos relativos. Além dos factores técnicos, a degradação política do partido que a ela está associada e a forte crise no mercado habitacional e da construção em geral foram responsáveis pelo acentuar desta quebra. Ao longo da descida, o título construiu uma Linha de Tendência Descendente bem definida, marcada por 10 pontos de contacto e reacção e apenas uma quebra intermédia em alta, pouco relevante por ter durado menos de uma semana e ter acontecido com fracos volumes. Ao longo da descida construiu ainda três patamares de consolidação que quebraram em baixa, levando a novas quedas.

Após mais uma zona de consolidação, com volumes extremamente reduzidos e a criação de um suporte nos 1,035€ durante quatro meses consecutivos deu-se a quebra em alta desta importante linha de tendência. Os volumes de ruptura foram tão significativos que nas sessões que representaram essa quebra se negociou mais títulos do que durante os 4 meses de consolidação. Após a quebra o título perdeu fôlego, fazendo o reteste à LT com reacção em alta. Neste momento encontra-se precisamente entre uma zona de suporte e uma zona de resistência, sendo que uma entrada neste ponto poderá ser relativamente arriscada se considerarmos um investimento de curto/médio prazo. Dois pontos de entrada interessantes serão a aproximação à zona de suporte ou a quebra da zona de resistência. Ainda assim, a tendência de longo prazo parece-me estar invertida e a zona de suporte será consideravelmente mais poderosa do que a zona de resistência.

Nota pessoal: Possuo actualmente acções da Mota Engil, pelo que mesmo inadvertidamente a minha opinião poderá estar condicionada

Lista de Comentários

  • Quico 06 / 05 / 2012 Reply

    Olá, Tiago!

    Só para te mandar um abraço. Ainda bem que voltaste ao blog.

    Abraço

    Quico.

  • Tiago Esteves 07 / 05 / 2012 Reply

    Obrigado Quico!

    Tu sabes o trabalho que isto dá… Pelo menos nos próximos 3 meses tenho algum tempo, aproveito-o para escrever um pouco. Vai passando:)

    Um abraço

Deixe uma resposta