Musk admite tirar Tesla da bolsa

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O presidente executivo da Tesla, Elon Musk, anunciou que está a considerar tirar a empresa de carros elétricos de bolsa a 420 dólares por ação, garantindo que tem financiamento assegurado para o fazer.

“Estou a considerar tornar a Tesla privada a 420 dólares [cerca de 360 euros]. Financiamento assegurado”, disse hoje Musk na rede social ‘Twitter’.

O ‘twitt’ de Musk surgiu horas depois de o Financial Times ter reportado que o Fundo de Saúde soberano da Arábia Saudita (país exportador de petróleo) comprou uma participação significativa (entre 3% e 5%) na Tesla Inc.

As ações da fabricante de carros elétricos chegaram a valorizar-se 7,4% para mais de 367 dólares (317 euros) e a negociação foi interrompida pelas 14:08 locais (19:08 em Lisboa).

Com o valor de 420 dólares por ação, o presidente da Tesla está a avaliar a empresa em mais de 70 mil milhões de dólares (60 mil milhões de euros), e a oferecer um prémio de cerca de 22% e que é cerca de 9% superior ao valor mais alto de sempre das ações da fabricante, que era 385 dólares (cerca de 333 euros).

O ‘twitt’ de Musk surge também duas semanas após a Tesla ter revelado que teve prejuízos de 717,5 milhões de euros no segundo trimestre do ano.

A Tesla perdeu milhões para atingir o objetivo de produzir cinco mil exemplares do Modelo 3 por semana até junho. A empresa diz que a produção está a aumentar, com o objetivo e seis mil por semana até ao final e agosto.

O estilo de Musk tem sido criticado por ser visto como conflituante com Wall Street. No início do ano, excluiu dois analistas de uma conferência, depois de perguntas que o incomodaram.

SP // JNM

Lusa/fim

Deixe uma resposta