Navigator vende fábrica de pellets nos Estados Unidos

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

A Navigator decidiu vender a fábrica de pellets no estado norte-americano da Carolina do Sul, aproveitando “uma oportunidade financeiramente atrativa de desinvestimento”, não revelando no entanto o valor do negócio.

Numa nota enviada hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa de papel e pasta de papel indica que “celebrou um contrato de compra e venda do seu negócio de pellets [concentrados de madeira utilizados como combustível], nos Estados Unidos, com uma ‘joint venture’ gerida e explorada por uma entidade associada da Enviva Holdings, LP”.

A concretização da venda está, no entanto, “sujeita à verificação de determinadas condições precedentes e autorizações regulatórias”, antecipando a Navigator que “o processo esteja concluído no decorrer do primeiro semestre de 2018”.

A empresa portuguesa afirmou que, “face a uma oportunidade financeiramente atrativa de desinvestimento”, decidiu “vender o negócio das pellets e ativos relacionados, libertando assim capital”.

Para a Navigator, este investimento “constituiu uma oportunidade de crescimento na área da bioenergia” e “permitiu desenvolver e diversificar a base de ativos industriais” da empresa de papel.

No final de 2014, a Navigator decidiu investir numa fábrica de pellets em Greenwood, na Carolina do Sul, “com capacidade de produção de 500 mil toneladas por ano, tendo esta ficado concluída no segundo semestre de 2016”.

Na altura, a ainda designada Portucel anunciou o investimento de cerca de 110 milhões de dólares (cerca de 89 milhões de euros ao câmbio da época) para construir uma fábrica de pellets no estado norte-americano da Carolina do Sul.

ND // HB

Lusa/fim

Deixe uma resposta