Norges Bank passa a deter 2,09% do banco BCP

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O banco central da Noruega, o Norges Bank, reforçou a sua participação no banco BCP para 2,09%, segundo informação divulgada ao mercado .

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP informou que o Norges Bank realizou transações a 19 de janeiro (passada sexta-feira) pelo que passou a deter uma participação qualificada de 2,09% do capital do banco, que compara com a posição anterior de 1,96%.

O BCP informou ainda, em outro comunicado, da realização de transações pelo fundo de investimento Blackrock.

Contudo, neste caso, o fundo de investimento norte-americano mantém a participação de 2,99% do capital social, anunciada na sexta-feira, mas altera a composição dos instrumentos financeiros que lhe atribui esses direitos de voto.

As ações do BCP destacaram-se hoje a subir 5,06% na bolsa de Lisboa, fechando nos 0,3199 euros cada uma.

O jornal Expresso publicou, este fim-de-semana, que o Banco Central Europeu (BCE) teve uma reunião com representantes dos principais acionistas do BCP, a chinesa Fosun e a angolana Sonangol, em que manifestou a intenção de conhecer logo que possível os novos membros dos órgãos sociais do banco.

O BCP tem como principais acionistas o grupo chinês Fosun, com 25,16% do capital social, e a petrolífera angolana Sonangol, com 15,24%, segundo dados do ‘site’ do banco referentes a junho de 2017.

O banco obteve lucros de 133,3 milhões de euros entre janeiro e setembro, que comparam com prejuízos de 251,1 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

Os resultados do ano de 2017 serão comunicados a 14 de fevereiro.

IM// ATR

Lusa/fim

Deixe uma resposta