O anúncio de Eduardo dos Santos e o PSI-20 – Reposição

Tiago Esteves
Deixo a reposição do post que ontem desapareceu misteriosamente. Como é fácil de ver é um post inocente, não haveria um motivo “suspeito” para ser apagado.

O presidente Angolano,
José Eduardo dos Santos, anunciou hoje o fim da parceria estratégica
com Portugal. De que forma poderão estes incidentes diplomáticos
prejudicar a nossa economia em geral e, de forma mais particular, o
PSI-20? Os efeitos sob a economia são fáceis de avaliar. Como se vê na
imagem abaixo, Angola representa cerca de 6% de toda a exportação
nacional, sendo o 4º país mais importante para o “principal motor da
nossa economia”. 
Confesso que tenho algum receio destes devaneios
diplomáticos, já que a perda de parceiros estratégicos deste peso
económico poderão contribuir activamente para que o regresso de Portugal
aos mercados seja definitivamente adiado.

Poderíamos discutir se
esta reacção é justificada, mas não entremos por aí. Politiquices à
parte, é bom não esquecermos a brutal influência que alguns angolanos
têm na economia Portuguesa, como é o caso da filha do presidente. Isabel
dos Santos tem participações muito relevantes, directas ou indirectas,
em empresas como a Zon Optimus, BPI, BIC Portugal e Galp. Seja o que for
que signifique ao certo o anúncio de Eduardo dos Santos, o potencial
que este anúncio tem para mexer negativamente com o nosso mercado é
enorme! Basta Isabel dos Santos começar a diluir no mercado uma parte da
sua exposição às empresas portuguesas e lá se vai a pujança recente.
Prova disso é a reacção imediata do mercado ao anúncio, que rapidamente
se retraiu. Vamos esperar que este anúncio não signifique nada de
especial, para o bem da nossa economia e do PSI-20.

Um agradecimento ao user Mistery, do ThinkFn, que me ajudou a recuperar o texto desaparecido.

Deixe uma resposta