O Dividendo Yield (DY)

Cristiano Santos

Um dos indicadores mais utilizado pelos analistas para decidir a compra de acções a longo prazo, é o dividendo yield. 

O dividendo yield significa literalmente, o rendimento do dividendo. A fórmula para o calcular é bastante simples e revela a percentagem de dividendo atribuído a cada acção. 

Exemplo, uma acção a 30, a qual é atribuído um dividendo no valor de 0,3, tem um dividendo yield de 1%. 

Uma empresa pode optar, consoante a sua política interna, pela distribuição de mais ou menos dividendos pelos seus accionistas. 

É importante não esquecer o seguinte, após a distribuição de dividendos, por norma, o preço da acção sofre um ajuste (caí) tendo em conta a percentagem de lucro distribuída aos accionistas, pois é capital que sai da empresa e esta “perde” valor. Outro ponto importante será a fiscalidade. Os dividendos não são considerados custos, logo sofre “dupla tributação”. A empresa paga IRC e o accionista paga IRS sobre o dividendo, nomeadamente 28% (salvo pequenas excepções), se não optar por englobar os dividendos no IRS, o que pode mudar o valor da taxa a pagar.    

Embora o DY seja um indicador importante para avaliar a saúde de uma empresa, tal como já referido noutros artigos anteriores, um só indicador não deve ser usado sozinho na escolha da compra de uma determinada acção, mas deve ser usado conjuntamente com outros indicadores.

Deixe uma resposta