O fornecimento de Lítio complica-se de forma proporcional ao aumento da procura

Actualidade

O lítio tem apresentado nos últimos anos um rápido crescimento no mercado, sobretudo devido à sua utilização para a criação de uma nova espécie de baterias ultraleves e recarregáveis. Os preços do carbonato de lítio, a principal base química produzida pela indústria, mais do que duplicaram nos últimos 5 anos, tendo o seu preço por tonelada atingido os 14.250 dólares.

Neste momento, a produção não consegue satisfazer a procura crescente deste mineral, o que provoca alguma instabilidade tendencialmente compradora sob o preço. O mercado automóvel é um dos principais interessados neste mineral, devido ao rápido crescimento da parcela da frota automóvel detida pela indústria dos carros elétricos. Causas atmosféricas, tais como tempo nublado e frio, atrasam a evaporação, extração e distribuição do lítio, o que faz com que a procura não seja satisfeita em tempo real. Apesar da pressão compradora, este tipo de entraves provocam pressão vendedora sob ações de empresas como a Orocobre, que sofreu uma desvalorização de 30% após o seu preço ter duplicado no último ano.

Devido à grande instabilidade deste mercado, qualquer problema junto dos principais países produtores, Chile e Argentina, pode levar ao défice do mercado, provocando a falta de investimento na produção e a procura de soluções alternativas para este mineral.

Fonte: Bloomberg

Deixe uma resposta