OE2019: Costa admite que medida para baixar preço da luz pode só chegar após entrega do orçamento

Agência Lusa

Agência Lusa

, Notícias

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu hoje, em resposta à líder do BE, que “uma boa medida” para baixar a fatura da energia no próximo Orçamento do Estado pode só ser encontrada no debate na generalidade ou na especialidade.

“Temos que trabalhar e encontrar uma solução ou até segunda-feira [dia da entrega do orçamento no parlamento] ou até ao fim do debate da generalidade ou até ao fim do debate da especialidade para conseguirmos encontrar uma boa medida que nos permita continuar a reduzir o custo da energia”, respondeu António Costa, no debate quinzenal de hoje.

O tema foi trazido ao debate pela coordenadora do BE, Catarina Martins, que apesar de saber que este não é o espaço de negociação do Orçamento do Estado para 2019, quis fazer uma pergunta sobre os custos da energia ao primeiro-ministro.

“Não lhe pergunto pelas medidas porque o espaço das negociações não será este, mas pergunto-lhe se partilhamos o objetivo de ter as medidas necessárias para começar a aproximar o preço da eletricidade em Portugal à média europeia, ou seja, a baixar a fatura energética em Portugal?”, questionou a líder bloquista.

António Costa começou por concordar que “o tema do custo da energia é uma questão central e que a todos preocupa”, recordando que foi já dada “uma resposta muito importante com a tarifa social”.

“Temos de tomar outras medidas e temos que trabalhar para encontrar quais são as medidas certas para alcançar o objetivo pretendido e sem prejudicar os outros objetivos”, explicou.

A descida da fatura da energia, através da redução do IVA, é uma das bandeiras quer do BE quer do PCP para o próximo Orçamento do Estado.

JF // JPS

Lusa/fim

 

Deixe uma resposta